Se o juro subir, o que fazer?

0

O Brasil vem passando por um momento bem conturbado na economia sendo que a inflação é um dos indicadores que mais preocupa. Nos últimos 12 meses o IPCA está acumulando alta de 3,14% e o crescimento da inflação pode influenciar na alta do juro. Se o juro subir, o que fazer?

Procure investimentos com juro pós-fixado.

Uma das alternativas para se proteger da alta do juro é investindo em produtos de renda fixa com juro pós-fixados.

Segue alguns investimentos que podem entrar no radar;

  • Tesouro Selic
  • CDB pós-fixados
  • LCI e LCA pós-fixados
  • Fundos DI
  • Fundos de crédito privado

Dentre s investimentos citados acima, o Tesouro Selic aparece como uma possibilidade, mas segura, sendo que os demais podem gerar rendimentos maiores.

Inclusive, o CDB de banco pequeno pode oferecer rendimentos bem acima da Selic, com porcentagens bem interessantes sobre o DI.

Dependendo do vencimento do título, o mesmo pode oferecer rendimentos acima dos 130% do DI. Se o juro subir, esses 130% podem render muito ao investidor.

Títulos prefixados não é uma boa

Se o juro começar a subir, os títulos prefixados deixam de ser uma boa. Mesmo com uma alta pontual, as expectativas do mercado podem acabar favorecendo a compra de títulos prefixados posteriormente, mas não no momento.

Ainda não se sabe se os juros vão subir ou se será mais a frente. Para não deixar de receber um pouco a mais no momento, mas evitando tomar uma virada brusca do juro e deteriorar sua carteira, o interessante é construir uma carteira bem equilibrada.

Títulos prefixados de curo prazo pode ser uma boa solução para o momento, mas evite colocar parte maior do seu dinheiro em tais títulos.

Já os títulos pós-fixados são aqueles mais indicados para o momento. Então deixe um valor maior do seu patrimônio nos mesmos.

Se o juro subir de fato, aí eventuais perdas com os prefixados serão menores e provavelmente, os pós-fixados vão compensar. Bons investimentos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.