Samara Felippo mostra vacinação da filha caçula contra a Covid-19 nos EUA: “Chorando”

Atriz se emocionou com registro.

0
Samara Felippo mostra vacinação
Reprodução: Instagram

Samara Felippo está feliz da vida com a vacinação da sua filha caçula, Lara, de 8 anos, e mostra o momento nas redes sociais. A menina, que é fruto do antigo relacionamento da atriz com o ex-jogador de basquete Leandrinho, está nos Estados Unidos curtindo as férias com o pai e aproveitou para tomar o imunizante.

Samara Felippo mostra vacinação da filha caçula contra Covid-19

Na publicação, a atriz mostrou-se emocionada e criticou o atual governo. “Posto essa foto chorando de saudade e com o coração cheio de felicidade, gratidão e esperança. Em meio a um governo brasileiro negacionista e genocida, que insiste em não enxergar a crise pandêmica que estamos passando, não adotar o uso de máscaras, que insiste em não enxergar que estamos num surto sim, mas que os óbitos diminuíram por conta das vacinas, minha filha de 8 anos vacinou nos EUA”, aponta Samara.

Na imagem com a pequena mostrando a carteirinha de vacinação, a atriz também agradece pelo carinho que a madrasta das crianças, Talita Rocca, tem com as duas – além de Lara, Samara e Leandrinho também são pais de Alícia, de 12 anos. “Vacinas salvam vidas. Minha filha está de férias com o pai nos EUA e vacinou lá, a vacinação no Brasil em crianças começa ainda esse mês então não deixem de levar seus pequenos. A mãe aqui chora é de alegria. Que todos consigam vacinar suas crianças! Obrigada, Talita, pela foto, pelo vídeo e pelo amor e carinho com que você cuida delas”, reflete, por fim.

Samara Felippo mostra vacinação
Reprodução: Instagram

Filhas com Covid

Em julho do ano passado, Samara desabafou e relatou o dia a dia com as duas filhas diagnosticadas com Covid-19. A atriz e o namorado não foram diagnosticados com o vírus e a artista precisou dar um jeito para conseguir cuidar das crianças sem se contaminar também. Uma dessas soluções foi uma proteção plástica que cobria o corpo todo para matar a saudade de abraçar as filhas. “Nunca pensei que uma capa de chuva G fosse me fazer tão feliz. Colei com fita crepe uma luva descartável de plástico também e deixei o capuz da capa pra frente e fiquei com a minha pff2 e elas também”, detalhou, na época.

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.