Rússia libera primeiro lote da vacina Sputnik V para vacinação em hospital

As primeiras pessoas, de acordo com o comunicado, receberam a imunização ainda na semana passada

5

A Rússia é o primeiro país a começar aplicar a vacina contra a Covid-19 em massa. O país liberou o primeiro lote da Sputinik V para a aplicação da população em um hospital na Zona Sul de Moscou, de acordo com anúncio feito nesta segunda-feira (30) e divulgado pela agência Reuters.

Leia também: Empresa planeja solicitar autorização para uso da vacina contra Covid-19 nos EUA e Europa nesta

De acordo com o Domodedovo Central City Hospital, local onde chegaram as primeiras doses, os médicos residentes interessados em receber a vacina precisaram se registrar em um site do governo russo com antecedência e trazer um teste de Covid-19 com resultado negativo.

As primeiras pessoas, de acordo com o comunicado, receberam a imunização ainda na semana passada. Na terça-feira (24), o governo do país anunciou que a Sputnik V tem 95% de eficácia após a segunda dose. Os resultados, no entanto, não foram publicados em revistas científicas e analisados por outros pesquisadores.

A Rússia foi o primeiro país a registrar uma vacina contra a Covid-19 no mundo, em agosto. O anúncio gerou preocupação entre cientistas, entre outros motivos, por causa do anúncio dos testes de fase 3 e da vacinação em massa de forma simultânea.

Covid-19 na Rússia

A Rússia é o quarto país com mais casos e mortes por Covid-19 no mundo. De acordo com a última atualização do site de monitoramento do Google, o país já registrou mais de 2250 milhões de casos e 36 mil mortes, estando atrás apenas de Estados Unidos, Índia e Brasil.

Rússia libera primeiro lote da vacina Sputnik V para vacinação em hospital
A Rússia é o quarto país que mais acumulou mortes e casos oriundos da pandemia de Covid-19. (Foto: reprodução)

Vacina Russa no Brasil

O governo russo também firmou uma parceria com o governo do Paraná para produção da Sputnik V em solo brasileiro. No mês passado, o fundo russo que financia o desenvolvimento da vacina anunciou que o Brasil poderia começar a produzi-la em dezembro.

Leia Também:

5 Comentários
  1. […] Leia também: Rússia libera primeiro lote da vacina Sputnik V para vacinação em hospital […]

  2. […] Sinovac. No Paraná, o governo local e a Rússia assinaram um acordo para desenvolvimento da vacina Sputnik V. No Distrito Federal, os testes têm sido feitos com a vacina belga, do laboratório […]

  3. […] De acordo com o jornal inglês, o criminoso já matou mais de 30 idosas entre 75 e 90 anos. Segundo a polícia local, os crimes aconteceram todos na região do Rio Volga, na Rússia. […]

  4. […] governo da Rússia anunciou nesta sexta-feira (04) que já vacinou mais de 100 mil pessoas contra a Covid-19. A expectativa é de que o país consiga imunizar cerca de 2 milhões russos até o fim deste mês. […]

  5. […] (Anvisa) envie as informações sobre as análises do pedido de uso emergencial da vacina Sputnik V, contra o novo coronavírus. A vacina é desenvolvida na […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.