Rogério Ceni vive pressão no Flamengo após três derrotas em quatro jogos

Flamengo está longe dos primeiros colocados e vem de revés em confronto direto

0

A derrota para o Atlético Mineiro, segunda seguida no Campeonato Brasileiro, aumenta a pressão em cima do técnico Rogério Ceni no Flamengo.

Assim, a equipe carioca, que busca o tricampeonato nacional, vive dias de turbulência pela falta de bons resultados.

Aliás, nos últimos quatro jogos, foram três derrotas, incluindo um revés para o limitado Juventude em Caxias do Sul.

Desta maneira, o treinador, que já era contestado por parte da torcida, passou a sofrer ainda mais pressão.

Atualmente, o time rubro negro está em 11º lugar, com 12 pontos ganhos. Mesmo com dois jogos a menos, se vencer essas duas partidas, ainda assim não entra nem no G-4.

Contra o Galo, na noite de quarta, o Flamengo foi dominado durante a maior parte do tempo.

Além disso, perdeu um confronto direto contra um outro postulante ao título brasileiro.

Em 2020, o Rubro Negro também perdeu os dois jogos para o Atlético, mas conseguiu uma recuperação no final do campeonato.

Compreensão

O técnico do Flamengo disse, na entrevista coletiva após o jogo em Minas, que entende a cobrança da torcida.

“Compreendo todas as críticas. Entendo o torcedor sem dúvida nenhuma. Não é natural. Quando você está no Flamengo, não pode perder uma partida em dez dias, que dirá três”, disse Ceni.

O treinador flamenguista ainda ressaltou os desfalques do time e elogiou o Atlético Mineiro.

“Os jogadores estão se empenhando ao máximo e repito: é o nono jogo que tivemos com ausências importantes para o time”, afirmou o comandante.

“Esses jogadores têm se desgastado e este é um adversário duríssimo. Entendo todas as críticas, as reclamações, e sigo fazendo meu trabalho da melhor maneira que posso”, disse.

Em dez dias, o Flamengo perdeu para o Juventude, Fluminense e Atlético. Venceu apenas o caçula Cuiabá, por 2 a 0, fora de casa.

“Todos viram a dedicação de todos pela vitória, foi um jogo muito parelho, muito próximo. Os jogadores estão se esforçando ao máximo pelas vitórias”, disse Ceni

Sombra

Atualmente sem clube, Renato Gaúcho, ex-Grêmio, é um nome que há meses vem sendo sondado pelo Flamengo, antes mesmo da chegada de Ceni.

Nos bastidores, a pressão pela troca de técnico é grande e, novos resultados ruins podem fazer com que Renato vá parar na Gávea em breve.

Leia também: Fluminense e Ceará ficam no empate sem gols em São Januário

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.