Rogério Ceni é sincero em coletiva e prevê ‘anos difíceis’ para o São Paulo

Agora, com 42 pontos, apenas cinco à frente do Bahia, primeiro time dentro do Z-4 e com um jogo a menos, o Tricolor ainda corre sério risco de rebaixamento

0

O técnico do São Paulo, Rogério Ceni, foi sincero depois do empate sem gols contra o Athletico Paranaense na noite de quarta-feira (24) no estádio do Morumbi, em São Paulo, em jogo atrasado pela 34ª rodada.

Agora, com 42 pontos, apenas cinco à frente do Bahia, primeiro time dentro do Z-4 e com um jogo a menos, o Tricolor ainda corre sério risco de rebaixamento e o treinador ressaltou que esse momento ruim pode durar alguns anos dentro do clube.

Desta maneira, Ceni fez uma análise dura. “O São Paulo ganhou nove jogos em 34, não é de agora que o problema vem. Qual a sequência que o São Paulo teve? É um momento difícil, de dificuldade, acho que está na hora de todo mundo entender a realidade do clube”, disse Ceni durante a entrevista coletiva pós-jogo.

“Vai ser um final de ano difícil, e serão, acredito eu, anos difíceis para o São Paulo, com qualquer profissional que esteja aqui, com qualquer diretoria que esteja aqui”, ressaltou.

Atualmente, Rogério Ceni é o segundo técnico do São Paulo em 2021, depois de começar com o argentino Hernán Crespo, que até foi campeão paulista, mas acabou demitido durante o Brasileirão.

Dura realidade

Depois de falar sobre essas dificuldades, Ceni ainda pediu o apoio e a paciência do torcedor para esta reta final de campeonato.

“As dificuldades existem e têm que ser explicadas ao torcedor. Ele tem que ajudar, tem que ser paciente, vai ter que ajudar muito o São Paulo nesse momento. É um momento crítico da história do clube”, disse.

Desse modo, ainda falou sobre a própria história dele no São Paulo como jogador.

“Acreditem no que estou falando para vocês. Para quem viveu aqui 26 anos, voltando agora, pelos últimos 31 anos, é um momento crítico, difícil”, ressaltou Ceni.

No entanto, o torcedor compareceu em grande número no jogo de quarta (24), quando mais de 40 mil pagantes estiveram no Morumbi e saíram frustrados.

Agora, o São Paulo volta a jogar em casa no sábado (27), quando recebe o também ameaçado Sport, a partir das 21h30, no estádio do Morumbi, em jogo adiantado da 36ª rodada.

Depois, pela 35ª, visita o Grêmio, outro ameaçado, no dia 2 de dezembro.

Leia também: Fluminense marca no início e vence jogo nervoso contra o Internacional

5/5 - (1 vote)

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.