Rodrigo Maia é expulso de seu partido; entenda

O deputado federal Rodrigo Maia era um dos filiados mais antigo e influente do DEM, tendo sido, inclusive, o primeiro presidente do partido

0

O partido Democratas (DEM) anunciou, na noite desta segunda-feira (14), a expulsão do deputado federal Rodrigo Maia (RJ), ex-presidente da Câmara dos Deputados, da legenda. Em nota, o partido revelou que, “após garantir o amplo direito de defesa ao parlamentar, os membros da Executiva apreciaram o voto da relatora, deputada Prof. Dorinha”, que havia pedido a expulsão do político.

Você sabia? Cinco municípios elegeram novos prefeitos neste domingo

“A comissão nacional, à unanimidade de votos, deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado”, afirma a legenda. De acordo com Caio Junqueira, em entrevista ao canal “CNN Brasil”, não foi nenhuma surpresa a saída de Rodrigo Maia do DEM.

Todavia, ele afirma que o que realmente surpreendeu foi a rispidez do ato de expulsão tomado pela legenda. Para ele, a expulsão do deputado reflete um processo de desgaste rápido e intenso de uma relação antiga.

Segundo o analista político, o ponto de partida dos conflitos foi a eleição para a Presidência da Câmara. Na época, enquanto Rodrigo Maia apoiou Baleia Rossi (MDB-SP), o DEM apoiou o candidato do Palácio do Planalto, Arthur Lira (PP-AL), que se saiu vencedor na disputa.

Rodrigo Maia
O deputado federal Rodrigo Maia era um dos filiados mais antigo e influente do DEM, tendo sido, inclusive, o primeiro presidente do partido. (Foto: reprodução)

Para Rodrigo Maia, o episódio representou uma “traição” do presidente do DEM, o ex-prefeito de Salvador ACM Neto, e da bancada da legenda no Congresso Nacional. Desta forma, desde então,  o parlamentar já vinha negociando seu futuro político em conversas com diferentes legendas.

Por fim, Caio Junqueira afirma que a expulsão de Maia tem um intuito muito claro: fazer com que o deputado saia pela porta de trás. Isso porque a saída amigável poderia sinalizar um esvaziamento do partido, o que não era bem visto pela cúpula do partido, que estava prestes a perder um de seus políticos mais influentes.

Rodrigo Maia no partido 

Rodrigo Maia era um dos filiados mais antigo e influente do DEM. Ele entrou na legenda ainda em 2007, estando à frente do movimento em que o antigo Partido da Frente Liberal (PFL) foi refundado, no início de 2007, para ganhar o nome de Democratas. Ele foi o primeiro presidente da legenda e ficou no comando até 2011.

Leia na íntegra a nota oficial do DEM

“Em reunião realizada nesta segunda-feira (14), a Executiva Nacional do Democratas decidiu expulsar o deputado Rodrigo Maia (RJ) de seu quadro de filiados.

Após garantir o amplo direito de defesa ao parlamentar, os membros da Executiva apreciaram o voto da relatora, deputada Prof. Dorinha.

A comissão nacional, à unanimidade de votos, deliberou pelo cometimento de infração disciplinar, e consequente expulsão do deputado.

Executiva Nacional do Democratas”.

Leia também: Relatores da reforma tributária serão definidos nesta semana, diz Arthur Lira

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.