Rodrigo Maia diz que Auxílio Emergencial não será prorrogado

Presidente da Câmara dos Deputados afirmou que a prorrogação do programa daria uma sinalização ruim. Maia repetiu fala de Bolsonaro

0

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, falou neste sábado (17) sobre a possibilidade de prorrogação do Auxílio Emergencial. “Não há a menor possibilidade”, disse o deputado. De acordo com ele, uma nova prorrogação daria “uma sinalização ruim”.

E quando ele fala em “sinalização ruim”, está falando dos investidores internacionais. De acordo com Maia, esses investidores passariam a desconfiar da capacidade do Brasil de cumprir as suas metas fiscais depois da pandemia.

Na verdade, Maia não tem o poder de acabar ou de prorrogar o Auxílio Emergencial. Mas ele tem o poder de prorrogar o período de calamidade pública. Esse período permite que o Governo Federal aumente os gastos públicos sem se preocupar com as metas dos tetos de despesas.

Ou seja, se ele prorrogasse o período de calamidade, o Governo poderia também, em tese, prorrogar o Auxílio Emergencial. Atualmente, esse período de calamidade vai até o próximo dia 31 de dezembro. É portanto também o último dia dos pagamentos do Auxílio Emergencial residual de 300 reais.

Mas Rodrigo Maia parece não querer saber dessa ideia de prorrogação. No mesmo momento, ele disse que “ideias criativas provocam desastres econômicos”. Ele disse ainda que o Brasil passou por um isso em “um passado não tão distante”.

Além de Maia

A visão de Rodrigo Maia não é tão diferente da visão do presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista recente, o presidente afirmou que não há a menor chance de se prorrogar o Auxílio para 2021. Ele disse isso em uma entrevista durante uma visita ao Pará.

Seja como for, o Governo Federal está se preparando para a criação de um programa para 2021. Seria o Renda Cidadã. Mas não se sabe como ele vai receber financiamento. Os relatores afirmam que a população só saberá mais detalhes dessa nova proposta depois das eleições municipais do Brasil em novembro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.