Remo vence o Brusque de virada e deixa a zona de rebaixamento na Série B

Para o time catarinense, foi a terceira derrota consecutiva na competição

0

O Brusque levou 2 a 1 de virada do Remo na noite desta quarta-feira (14), no estádio Baenão, em Belém-PA, pelo fechamento da 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o time catarinense, comandado pelo técnico Jerson Testoni, sofre a terceira derrota seguida, despenca na tabela e termina a rodada em 11º lugar, com 13 pontos.

Por sua vez, o Galo Azul, agora comandado pelo técnico Felipe Conceição, foi a 10 pontos, subiu para o 15º lugar e saiu da zona de rebaixamento.

Assim, na próxima rodada o Quadricolor volta a jogar no sábado (17), quando recebe o Botafogo, a partir das 19h, no estádio Augusto Bauer, em Brusque.

Enquanto isso, o Remo joga no mesmo dia, mas às 18h30, quando visita a Ponte Preta no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

O jogo

O Brusque começou o jogo marcando atrás e logo no primeiro minuto o Remo já teve uma chance, de cabeça, que passou por cima do gol.

Depois, aos 5min, Thiago Ennes chutou de fora de área, sem força, mas o goleiro Zé Carlos, que desta vez começou como titular, quase entregou, deixando a bola escapar.

Porém, ele ainda pegou a sobra, antes da chegada do atacante do Remo.

Então, o Brusque também começou a sair para o jogo e não se limitava a ficar apenas na defesa.

No entanto, dava espaços e, aos 14min, Victor Andrade, do Remo, arrancou pela direita, fez bonita jogada e bateu cruzado, à direita, com perigo.

O time catarinense tinha dificuldades em segurar o ataque do Remo, que sempre chegava com velocidade e era perigoso.

Assim, o Brusque não conseguia sair para o jogo e criava poucas oportunidades no setor ofensivo.

Desta maneira, o primeiro tempo terminou empatado em gols.

Etapa final

Depois do intervalo, novamente o Remo começou em cima, com o Brusque recuado. Aos 6min, Victor Andrade teve a primeira boa chance para o Galo, em chute cruzado que passou perto do gol.

Mas a melhor chance foi do Brusque, aos 9min, com Thiago Alagoano, que recebeu livre na área, dominou, girou e mandou por cima, com muito perigo, na primeira chance do time catarinense no jogo.

Depois, aos 11min, foi a vez de Garcez perder grande chance para o Quadricolor. Ele recebeu livre na entrada da área, sem ninguém à frente, mas chutou à direita do gol, com muito perigo.

Assim, o gol catarinense estava perto e saiu de forma até sem querer. Aos 15min, Bruno Alves avançou pela direita, cruzou, Rafael Jansen tentou cortar e mandou contra o próprio gol: 1 a 0.

Porém, o time catarinense não sustentou a vantagem e, aos 32min, Felipe Gedoz recebeu na entrada da área, chutou cruzado e a bola ainda bateu no goleiro Zé Carlos antes de entrar: 1 a 1.

Em seguida, aos 37min, o volante Marcos Junior, que estreou no time, aproveitou cobrança de escanteio e mandou para o gol, na segunda trave, virando o jogo: 2 a 1.

Depois, o Brusque não conseguiu mais buscar o empate.

Leia também: Palmeiras vence a Universidad Católica fora de casa e fica mais perto das quartas de final da Libertadores

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.