Reino Unido começa a aplicar a vacina Oxford/AstraZeneca

2

Um britânico de 82 anos é o primeiro paciente do mundo a receber a vacina Oxford/AstraZeneca. O Reino Unido começou, nesta segunda-feira (4), a aplicação do novo imunizante contra a covid-19 produzido pela farmacêutica inglesa AstraZeneca e a Universidade de Oxford.

Brian Pinker foi vacinado em Oxford e disse à mídia local que estava orgulhoso de receber a injeção. “A vacina significa tudo para mim, quer dizer, para mim, é a única maneira de voltar à vida normal. Esse vírus é terrível, não é?”, afirmou.

Em um comunicado, o secretário de saúde britânico, Matt Hancock, comemorou o lançamento da vacina Oxford/AstraZeneca, a segunda contra o coronavírus aprovada no país. “É uma prova da ciência britânica. Este é um momento crucial em nossa luta contra este terrível vírus e espero que forneça esperança renovada a todos de que o fim desta pandemia está próximo”, completou.

Vacinas Oxford/AstraZeneca 

O Reino Unido já garantiu 100 milhões de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, que é muito mais barata e fácil de armazenar. O imunizante do laboratório americano Pfizer e da empresa alemã BioNTech precisa ser armazenado a -75º C. Enquanto isso, a nova vacina pode ser guardada em uma geladeira comum.

No começo de dezembro, o país também foi o primeiro a usar a Pfizer/BioNTech. Conforme o governo britânico, mais de um milhão de vacinas foram aplicadas até o início de janeiro. Ao mesmo tempo, o Reino Unido registra 50 mil novos casos diários à medida que uma nova variante mais transmissível do vírus se espalha pelo país. 

De acordo com os desenvolvedores da Oxford/AstraZeneca, a vacina foi considerada até 90% eficaz em testes clínicos, com base em dados da fase 3 dos testes.

Leia Também:

2 Comentários
  1. […] totalmente confiantes de que as vacinas que estão sendo distribuídas ao redor do mundo contra Covid-19 funcionarão em uma nova variante do vírus encontrada na África do […]

  2. […] Leia também: Reino Unido começa a aplicar a vacina Oxford/AstraZeneca […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.