Receita Federal arrecada mais de R$ 140 bilhões em novembro

O desempenho é o melhor para o mês desde 2014

2

O Ministério da Economia informou que a arrecadação de receitas pelo governo federal chegou a R$ 140,101 bilhões em novembro deste ano. Com isso, houve uma alta de 7,31% na comparação com o mesmo mês de 2019. Aliás, vale ressaltar que há desconto da inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

Em resumo, a alta na arrecadação aconteceu, principalmente, graças ao pagamento de tributos adiados devido a pandemia da Covid-19. O resultado foi o melhor para o mês de novembro em seis anos. A saber, de janeiro a novembro, o governo federal arrecadou R$ 1,32 trilhão. E, apesar do valor acumulado estar 7,95% do arrecadado no mesmo período de 2019, a diferença vem diminuindo a cada mês. Ou seja, o repique nos últimos meses está contribuindo para melhorar o desempenho da arrecadação de maneira gradual. Por exemplo, de janeiro a julho, o encolhimento na arrecadação das receitas chegou à expressiva marca de 15,16% na mesma comparação entre 2019 e 2020.

 

Veja mais detalhes da arrecadação

De acordo com a Receita Federal, o grande impulso na arrecadação vem, em grande parte, da recuperação da produção industrial e do comércio. Dessa forma, houve uma compensação em relação à queda na arrecadação dos serviços e das importações. Ao mesmo tempo, o pagamento de tributos que ficaram suspensos no primeiro semestre de 2020 também ajudou a impulsionar a arrecadação de receita em R$ 14,77 bilhões em novembro.

Além disso, a arrecadação do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) teve forte alta de 19,46% acima da inflação neste mês. O aumento é dado através da comparação com o mesmo período de 2019. Ou seja, o resultado no mês é um reflexo do crescimento da venda de bens e do pagamento do PIS/Cofins, que havia sido suspenso no início da pandemia da Covid-19.

Por fim, a arrecadação com as receitas previdenciárias também subiu no período (10,58%), na mesma comparação interanual. O aumento na quantidade de empregos formais nos últimos meses exerceu o maior impacto neste sentido. Em outras palavras, a arrecadação de Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) representou aumento de 9,66% acima da inflação. E isso aconteceu devido ao recolhimento atípico de R$ 1,2 bilhão em novembro.

 

LEIA MAIS

Banco internacional assina empréstimo de US$ 350 milhões para o Brasil

Prévia da inflação oficial do Brasil sobe em todas as regiões pesquisadas

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.