Reabertura do comércio na Inglaterra é resultado de rigor no lockdown e desempenho na vacinação

1

A Inglaterra iniciou, na última segunda-feira (12), a segunda fase do plano para amenizar as restrições decididas pelo governo para o enfrentamento da pandemia. Dessa forma, está previsto a reabertura de lojas não essenciais, prédios públicos, piscinas, academias, bares, pubs e restaurantes, que só podem servir ao ar livre, mas sem limites de tempo. 

Pubs na Inglaterra
Primeira noite de pubs abertos na Inglaterra (Reprodução: The Washington Post)

Em particular, a reabertura dos pubs – tradicional ponto de encontro de muitos britânicos – foi celebrada em alguns casos desde a noite de domingo. Algumas pessoas esperaram a meia-noite fora das instalações para poderem comprar “a primeira cerveja de 2021” – o último lockdown geral começou logo nos primeiros dias do ano

O fato de a Inglaterra ter conseguido afrouxar as restrições deve-se principalmente a um lockdown rígido imposto pelo governo. Por três meses, estava proibido de sair de casa exceto por motivos de saúde ou necessidade. Além disso, o país obteve um excelente desempenho da campanha de vacinação. 

Vacinação na Inglaterra

O Reino Unido conseguiu, de fato, negociar de forma independente o fornecimento de vacinas e adotou uma estratégia muito agressiva. O país decidiu aplicar a primeira dose ao maior número possível de pessoas, sem se preocupar muito em manter estoques para reforços.

Vacinação no Reino Unido
Taxa de pessoas que receberam pelo menos uma dose da vacina Covid-19 (Fonte: Our World in Data)

Deixando de lado os dados de pequenas nações, atualmente Reino Unido é o país que conseguiu vacinar o maior percentual de habitantes depois de Israel. Conforme dados oficiais, 47% das pessoas receberam a primeira dose da vacina, mas apenas 11% completaram o ciclo de vacinação. A combinação de proteção vacinal após a primeira dose e medidas restritivas severas contribuíram para uma queda drástica de infecções e pacientes de UTI.

Se as coisas continuarem assim, a fase 3 do plano de governo deve começar em 17 de maio. Assim, o limite de seis pessoas para encontros ao ar livre será aumentado para 30 pessoas, dois grupos familiares também poderão se reunir em ambientes fechados, bares e restaurantes reabrirão também em ambientes fechados, com limite de seis pessoas à mesa. Além disso, a Inglaterra reabrirá cinemas, museus, hotéis e eventos esportivos, mas sempre com respeito ao distanciamento físico.

No resto do Reino Unido, a reabertura será em outras datas, decididas pelos respectivos governos. Na última segunda-feira, as lojas não essenciais também reabriram no País de Gales, enquanto na Escócia reabrirão em 26 de abril. Na Irlanda do Norte, no entanto, não há atualmente uma data precisa para a reabertura.

Leia também: Butão vacinou 85% da população adulta em uma semana

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Leia também: Reabertura do comércio na Inglaterra é resultado de rigor no lockdown e desempenho na vacinação […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.