Reabertura das escolas em São Paulo divide professores do município

Prefeitura de São Paulo decidiu que os alunos devem voltar para as aulas presenciais no início de fevereiro, mesmo antes de uma vacina

1

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, decretou o retorno escolar municipal na capital paulista. De acordo com a Prefeitura, o retorno vai acontecer já no próximo dia 1 de fevereiro. O retorno, no entanto, não será total, e sim de apenas 35% dos alunos por dia.

O anúncio, como não poderia deixar de ser, dividiu os professores. Uma parte desses profissionais aplaudiram a decisão. Eles afirmam que os alunos não podem mais passar um ano inteiro sem aula à espera de uma vacina que sequer tem data para chegar.

De fato, dados de pesquisas nacionais e internacionais são unânimes em afirmar que os alunos perdem muito a cada ano sem aula. Há projeções, por exemplo, que mostram que cada ano sem aula diminui uma parcela do salário no futuro dessas crianças.

Por outro lado, alguns outros professores lembraram que a pandemia ainda não acabou. Por isso, eles são contra o retorno das aulas presenciais. Eles pedem, no entanto, uma sequência das aulas remotas, com cada um na sua casa.

De fato, os números da pandemia não param de crescer em São Paulo. A cidade, e o estado como um todo, parecem colher neste momento os efeitos das flagrantes aglomerações nas festas de final de ano. Há um risco de colapso no sistema de saúde.

Professores na pandemia

É portanto um problema muito complexo. Há quem diga que uma maneira de resolver isso é colocar os professores na primeira fase da vacinação contra a Covid-19. Especialistas afirmam que isso ajudaria em um retorno escolar mais seguro.

Seja como for, ainda não há uma data para o início da vacinação no Brasil. Além disso, também não há nenhum indicativo de que o Governo Federal vá colocar os professores na primeira fase da vacinação no Brasil. O jeito, então, é esperar e ver até onde vai toda essa polêmica.

Leia Também:

1 comentário
  1. […] da cidade de São Paulo enfrentaram uma forte chuva na tarde desta quinta-feira (14). A capital paulista entrou em estado […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.