Rappi vai pagar auxílio para trabalhadores durante a pandemia

Empresa de entrega por aplicativo assinou um acordo onde se compromete a pagar o Auxílio. Acordo foi entre Rappi e MPT

1

A empresa de entrega por aplicativo, Rappi, assinou um acordo para dar um auxílio em dinheiro para os seus trabalhadores nesta pandemia. O dinheiro não vai para todo mundo, mas apenas para aqueles que precisam se afastar.

Vai funcionar assim: se um trabalhador apresenta um atestado mostrando que ele precisa se isolar, ele tem direito ao benefício. Dessa forma, a Rappi paga um montante diário de no máximo R$110 por 15 dias. Isso pode se prorrogar por mais 15 dias.

Vale lembrar que o atestado não precisa necessariamente indicar que o trabalhador contraiu Covid-19. É que em alguns casos, quando alguém da sua casa pega a Covid-19, o médico passa o atestado para o doente e para os seus familiares.

Se um desses familiares for um entregador da Rappi, ele também poderá portanto mostrar o documento na empresa. Tudo isso faz parte de um grande acordo da empresa com o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Além de pagar o auxílio, a Rappi se comprometeu a entregar kit de proteção mensalmente para cada trabalhador seu. Aqui não entram apenas os que precisam se afastar, mas todos os trabalhadores da Rappi.

Acordo da Rappi

Ainda nesse acordo, a Rappi deverá criar pontos de limpeza nas cidades onde atua. Seja como for, caso a empresa não consiga fazer isso, não tem problema. Isso porque, nesses casos, ela vai poder entregar R$20 a cada trabalhador.

Esse valor de R$110 por auxílio vai variar de acordo com a média de ganho mensal de cada um dos empregados. Os R$110 do acordo é só um indicativo de montante máximo por dia. Se não cumprir esse acordo, a empresa terá que pagar uma multa que pode chegar a R$120 mil.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.