QUESTIONÁRIOS – PLATÃO E SUAS TEORIAS

0

1. Abaixo possuímos dois trechos do livro As Dores do Mundo de Schopenhauer, em que ele aborda em partes sobre o estado e o modo de vivência juntamente com um trecho de Platão.

“Se a nossa existência não tem por fim imediato a dor, pode-se dizer que não tem razão alguma de ser no mundo. Porque é absurdo admitir que a dor sem fim que nasce na miséria inerente à vida e enche o mundo seja um puro acidente, e não o próprio fim. Cada desgraça particular parece, é certo, uma exceção, mas a desgraça geral é a regra.” (pg. 25)

“O estado não é mais do que uma mordaça cujo fim é tornar inofensivo esse animal carnívoro que é o homem, e dar-lhe o aspecto de herbívoro. ” (pg. 121)

Com base nisso, podemos dizer que o pensamento de Schopenhauer é semelhante ao de Platão? Por quê?

2. Ética a Nicômaco e Platão

“Impossível discorrer sobre a singularidade do pensamento de Aristóteles sem contextualizá-lo diante de seu Mestre, Platão.” Apesar de não compactuarem integralmente das mesmas ideias, ao ler abaixo um trecho da obra Ética a Nicômaco, podemos notar uma relação com o livro A República. Que conexão podemos criar?

“Ademais, se a incontinência propende as pessoas sustentarem tenazmente uma opinião, constitui-se uma coisa má.” (ARISTÓTELES. Ética a Nicômaco. São Paulo: Martin Claret. pg148.)

3. A filosofia de Platão

“SÉCULO XXI: UM RETORNO ÀS CAVERNAS – DAS REDES SOCIAIS AO MITO DA CAVERNA NOS DIAS ATUAIS.

Este artigo traz uma questão envolvendo alguns dos principais meios de comunicação da atualidade que são as Redes Sociais e a Internet, e a sua semelhança ao “Mito da Caverna” da filosofia platônica. Pois o Autor nos fala de pessoas que viviam em uma caverna e para os mesmos aquela realidade era a única que existia. Este universo digital que cada dia atrai e conquista novos adeptos ao seu uso contínuo. Os utentes encantados com tantas possibilidades que estes dispositivos propõem para sua vida, podem ficar presos a esta realidade virtual como se fosse a única realidade que há, passando a viver em uma escuridão como se estivesse dentro de uma caverna. Assim o intuito deste trabalho é despertar na sociedade a atenção para estes novos vícios sociais e criar um ponto de indagação sobre o comportamento diante do uso das redes sociais e da internet.”

( Disponível em: https://www.nucleodoconhecimento.com.br/comunicacao/redes-sociais-ao-mito-da-caver na. Acesso em: 28/11/2019)

Leia o trecho citado acima e responda: Quais as semelhanças do mito da caverna com a atualidade? O que é o mito da caverna?

4. Uma sociedade mais justa, ou não?

Em suma, no livro de C.S Lewis, nos deparamos com esse trecho, que possui certa profundidade em relação à sociedade. Com base nisso, podemos dizer que comparado à sociedade de Platão, esta seria justa?

“ Em uma espécie de ingenuidade macabra, removemos o órgão e demandamos sua função. Criamos os homens sem peito e esperamos dele a virtude e a iniciativa. Zombamos da honra e ficamos chocados ao encontrar traidores em nosso meio. Nós os castramos e exigimos dos castrados que sejam frutíferos.”

5. Religião: És tu sinônimo de injustiça de Platão?

Na página 60 (Platão. A República. Ed. Especial. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2016. 440 p. v. 1. ISBN 978.85.209.2707-6.), argumentou- se que a religião está ligada à injustiças e ao perdão dos pecados cometidos. Com base nisso, leia o trecho abaixo e argumente se a ‘afirmação’ é falsa ou verdadeira.

“As súplicas movem os próprios deuses; quando cometeram alguma falta ou transgressão, os homens lhe dirigem rogos e os aplicam com sacrifícios, agradáveis votos, dolorosos fumos de gordura.” -Homero

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.