Questão 148 – Correção matemática Enem 2020

0

Questão 148: A pesquisa nacional por amostra de domicílios (Pnad) é uma pesquisa feita anualmente pelo IBGE, exceto nos anos que há censo. Em um ano, foram entrevistados 363 mil jovens para fazer um levantamento sobre suas atividades profissionais e/ou acadêmicas. Os resultados das pesquisas são indicados abaixo:

Somente estuda: 21,5%

Trabalha e estuda: 13,6%

Somente trabalha: 45,2%

Não trabalha nem estuda: 19,6%

De acordo com as informações dadas, o número de jovens que trabalha é:

a) 114.708

b) 164.076

c) 213.444 ***

d) 284.592

e) 291.582

Questão 148 – Correção matemática Enem 2020

Essa foi uma das questões mais simples e que exigiam apenas interpretação. Existem duas categorias dos entrevistados que trabalham: trabalha e estuda (13,5%) ou somente trabalha (45,2%). Para resolver o exercício, basta que você some estes dois valores, totalizando um valor de 58,7%.

Agora, é o momento de realizar uma breve regra de três, usando a seguinte lógica: se 100% dos jovens equivale a 363 mil, então 58,7% equivale a… 213 mil.

363 mil — 100

X —– 58,7

Também é possível dividir o 58,7 por 100 para retirar a porcentagem, sobrando 0,587. Multiplique esse valor pela quantidade de jovens que foram entrevistados e terá o resultado igual ao anterior.

Em suma, um dos principais erros cometidos pelos estudantes foi fazer o cálculo com “somente trabalha”, que equivalia a 45,2%. Como consequência, o valor final foi de 164.076.

Como estudar matemática para o Enem?

Estudar matemática para o Enem não é uma das tarefas mais fáceis, é quase impossível saber de todas as operações. Contudo, para otimizar os seus resultados, é ideal que você aprenda a “traduzir” os conceitos básicos, tais como razão ou combinação.

Esse tipo de exercício também pede conhecimentos do ensino fundamental como o uso de porcentagem. Apesar de ser relativamente simples, causou grande confusão.

Vale ressaltar que existem inúmeros professores que gravam vídeos para Enem ou Vestibular. Dessa forma, pode aprender de forma mais dinâmica que ao ler artigos ou ver imagens de resoluções.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.