Queiroz depõe pela 1ª vez à Polícia Federal nesta segunda (29)

0

Pela primeira vez após sua prisão, Fabrício Queiroz, ex-assessor e motorista do senador Flávio Bolsonaro será ouvido pela Polícia Federal. Queiroz foi preso no último dia 18 de junho.

O depoimento tem como ponto de partida a denúncia do suplente de Flávio Bolsonaro no Senado, o empresário Paulo Marinho. O empresário afirma que o senador tinha recebido informação antecipada da operação Furna da Onça, que investiga esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa.

Queiroz é apontado como operador do esquema de apropriação indevida dos salários dos funcionários do gabinete de Flávio quando o mesmo ainda era deputado estadual no Rio de Janeiro. Informações ainda não oficiais afirmam que Queiroz deverá fazer uma delação premiada.

Queiroz fez uma ligação a uma das filhas após ser preso, confira o que disse

Após ser preso em São Paulo na última quinta (18), Fabrício Queiroz, ex-assessor e ex-motorista de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), realizou uma ligação para uma das suas filhas, avisando que estava sendo preso.

Na ligação de Queiroz, os investigadores puderam ouvir ele dizendo à filha que estava “na casa” e solicitou que avisasse “à mãe (a esposa)” e “ao pessoal” que acabava de ser preso.

Veja como foi: 

Queiroz: “Eu acabei de ser preso”
Filha: “Não acredito, disse ela. “Como assim?”.
Queiroz: “É, preso”.
Filha: “Onde você está pai?”
Queiroz: “Tô na casa”.
Filha: “E agora?”
Queiroz: “Avisa a mãe, avisa o pessoal”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.