Prorrogação do Auxílio Emergencial: como os pagamentos serão feitos

Até o momento as possibilidades não foram definidas

0

Muitas suposições estão sendo feitas com relação à prorrogação do auxílio emergencial 2021. Embora sejam apenas possibilidades, tudo indica que o Governo Federal tomará medidas semelhantes ao ano passado, quando prorrogou o benefício tornando-o como o auxílio emergencial residual.

Assim sendo, confira de que forma, muito provavelmente, o pagamento das parcelas extras vai acontecer, bem como quais os possíveis valores e determinações a respeito da extensão do benefício.

Prorrogação do auxílio emergencial 2021: como os pagamentos poderão ser feitos
Prorrogação do auxílio emergencial 2021: como os pagamentos poderão ser feitos – Imagem: Divulgação jornalpara

Como deverá acontecer o pagamento da prorrogação do auxílio emergencial 2021

Ao que indica, o governo não irá alterar a forma como os pagamentos do auxílio emergencial vem sendo feita que consiste em seguir cronogramas específicos de acordo com a categoria beneficiária.

Desse modo, os pagamentos serão realizados, certamente, pela Caixa Econômica Federal (CEF), em duas etapas, como é feito desde o ano passado. O governo deposita o dinheiro nas contas dos beneficiários (Poupança Social Digital) gratuitas abertas pela CEF em nome dos participantes.

Nesse caso, o dinheiro pode ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem para realização de transferências, pagamento de contas domésticas como água, luz, gás, telefone e etc. No entanto, a pessoa que participa do programa recebe o depósito e só consegue usar o dinheiro de forma digital. O saque em dinheiro, portanto, só é disponibilizado semanas mais tarde com o cumprimento de um outro cronograma.

Entretanto, no caso de quem recebe o Bolsa Família e está recebendo o auxílio emergencial 2021 em seu lugar, conta com apenas um calendário de pagamento que estabelece tanto a data para o auxílio, quanto para quem está recebendo sua mensalidade normalmente.

Portanto, os participantes devem ficar atentos aos cronogramas que devem ser divulgados em breve ou antes do repasse da quarta parcela em julho, pois as datas diferem para os beneficiários que estão fora ou dentro do Bolsa Família.

Qual o valor das parcelas extras

Assim como a forma de pagamento poderá acontecer da forma mencionada, os valores das parcelas extras relativos à prorrogação do auxílio emergencial 2021 deverão seguir o mesmo padrão:

  • Para quem mora sozinho: R$ 150;
  • Famílias com mais de uma pessoa e que não são chefiadas por mulheres: R$ 250;
  • Famílias chefiadas por mulheres: R$ 375.

Contudo, há diversas propostas que visam o pagamento de R$ 600. Se o governo aderir aos projetos, o valor do benefício pode ser alterado.

Veja ainda: Governo precisará alterar a Constituição para aprovar a prorrogação do auxílio emergencial; entenda

Acompanhe as notícias do Brasil123, clique aqui.

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.