Projeto na Câmara quer incluir ovo na lista de itens da cesta básica

De acordo com o deputado Jerônimo Goergen, o ovo tem propriedades naturais que ajudariam na vida do trabalhador brasileiro

0

O deputado federal Jerônimo Goergen, do PP do Rio Grande do Sul, criou um projeto para incluir o ovo na lista dos itens essenciais da cesta básica brasileira. De acordo com o parlamentar, o alimento é rico em diversas vitaminas.

Ele argumentou que o ovo é rico nas vitaminas A, D, E e complexo B. Além disso, ele afirmou que o alimento tem muita proteína e ajudaria o trabalhador brasileiro no seu dia a dia. Atualmente, a cesta básica não conta com o ovo entre os itens essenciais.

Mas vale lembrar que em algumas regiões o ovo já faz parte dessa cesta básica. Seja como for, o deputado Jerônimo quer federalizar esse acesso. A inclusão do ovo obviamente impacta no preço da cesta básica.

Atualmente a cesta básica brasileira possui 13 itens essenciais: carne, leite, feijão, arroz, farinha, batata, tomate, pão, café, banana, açúcar, óleo e manteiga. Ou seja, esses são os alimentos que o governo considera que são indispensáveis para a mesa do brasileiro.

Nas redes sociais, muitos internautas fizeram piada com o projeto. Eles afirmaram que o deputado estaria apresentando um projeto de importância mínima diante da pandemia, queimadas e aumento no valor das mercadorias.

Além do ovo

Mas o fato é que o tema da cesta básica está muito em alta agora. É que de acordo com os dados oficiais, o Auxílio Emergencial a 300 reais não está sequer cobrindo o valor da cesta básica nas principais capitais brasileiras. Em São Paulo, por exemplo, o valor da cesta está batendo os 600 reais.

Recentemente, o Procon de São Paulo realizou uma operação e notificou 21 empresas. Essas empresas estariam realizando aumentos injustificados de valores de mercadorias. Entre os principais aumentos destacam-se o do arroz, do óleo e da carne vermelha.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.