Professora é presa com cocaína em livros infantis no interior de SP

A docente foi flagrada transportando quase 2,5 kg de cocaína dentro desses materiais para crianças

2

As pessoas, em sua maioria, usam os livros infantis para contar histórias ou ensinar coisas novas para as crianças, não é mesmo? Todavia, esse não é o caso de uma professora de 35 anos que foi presa na última segunda-feira (27), na região de Presidente Prudente (SP). Isso porque a docente foi flagrada transportando quase 2,5 kg de cocaína dentro desses materiais para crianças.

Leia também: Meninos saem para brincar e desaparecem no RJ

De acordo com a Polícia Militar (PM), agentes da corporação vistoriavam alguns automóveis quando perceberam que ocupantes de um Nissan Versa branco, dois casais e uma criança, abordados na ação, estavam nervosos.

Professora é presa com cocaína em livros infantis no interior de SP
A docente foi flagrada transportando quase 2,5 kg de cocaína dentro desses materiais para crianças. (Foto: reprodução)

Por conta do nervosismo, os agentes revolveram realizar uma vistoria. No começo, estava tudo certo, pois os policiais encontraram dezenas de livros infantis que, aparentemente, não levantaram nenhuma suspeita. Todavia, ao manuseá-los, os agentes perceberam que havia fundos falsos nas obras.  Ao retirar as capas das edições, a surpresa: porções de cocaína, totalizando 2,4 quilos.

Professora explica fato inusitado 

De acordo com a professora, que era quem dirigia o carro, a droga veio de Bonito (MS), local em que ela passou o natal e foi contratada por um conhecido para levar livros com cocaína até o Rio de Janeiro. Chegando lá, ela entregaria o entorpecente e receberia R$ 10 mil pelo transporte da droga.

Leia também: Receita Federal faz apreensão histórica de cocaína

Como a mulher assumiu a responsabilidade por toda a cocaína, o outro casal que estava no veículo não foi indiciado pela polícia. Além dela, um homem, de 38 anos, que ocupava o banco dianteiro do passageiro, foi preso por estar com cerca de 50 gramas de maconha, mesmo alegando que a quantidade era para uso próprio, mas também acabou detido e indiciado. Além das drogas, a PM também apreendeu R$ 5.637,00 e três celulares.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.