Priscilla Alcântara rebate falas de Bruna Karla: “É errado em muitos níveis”

A cantora, inclusive, já foi acusada por fãs de se 'desviar' da Igreja

0

Priscilla Alcântara, que já foi acusada por internautas de se desviar da Igreja, opinou sobre as falas homofóbicas da cantora Bruna Karla. Em entrevista ao podcast ‘PocCast’, que repercutiu nesta quinta-feira (23), a apresentadora frisou que a tolerância e o respeito são essenciais para conviver em sociedade.

Maraisa revela explosão de box de banheiro: “Estourou em mim”

“É muito triste, é podre. É errado em muitos níveis. Cara, toda vez que eu for abrir a boca, a minha preocupação não deve ser emitir a minha opinião. Primeiro que opinião não foi feita para ser dada, ela foi feita para ter. Você só dá a sua quando te pedem”, começou ela.

Priscilla ainda frisou: “Quando você vai falar, você tem que fazer o exercício de sempre pensar em como a sua fala vai atingir o próximo. O que eu acredito é que eu tenho que ter cuidado em como as coisas que eu falo vai refletir em sua vida”. Para corroborar sua fala, ela relembrou uma passagem bíblica: “Jesus fala: ‘novo testamento vos dou. Ame os próximos assim como eu te amei. Eu não vivo minha fé dessa forma: ‘enquanto eu adoro a Deus, eu mato alguém’. Não existe isso, não reflete o Deus que eu acredito”.

Relembre as falas de Bruna Karla

Bruna Karla concedeu uma entrevista ao podcast ‘Positivamente’, de Karina Bacchi há alguns meses que voltou a repercutir na última quarta-feira (15). No trecho, que viralizou nas redes sociais, a cantora explica por que é contra o casamento gay.

Teve um amigo que me perguntou se eu iria ao casamento dele. E eu olhei para ele e fui bem sincera: “ah, quando você se casar com uma mulher linda e cheia do poder de Deus, eu vou sim’. E ele me disse que não era aquilo que ele perguntava e eu falei: ‘Pois é, o dia que eu aceitar cantar no seu casamento com outro homem eu posso parar de cantar sobre a Bíblia e Jesus”.

Durante a entrevista, Bruna diz que respeita toda a comunidade LGBTQIA+, mas tem claro que a Bíblia e Deus condenam esse tipo de relação: “Que Deus criou o homem e a mulher para se unirem, então se eu for no casamento, aplaudir e dizer que está certo, eu saio da Igreja porque não estou servindo Deus com meu coração completo. Eu vou estar dizendo: ‘é errado, mas eu vou aplaudir’. E é o que a gente faz inconscientemente, mas não é magoar”.

 

Veja também: Sammy relembra participação do ex, Pyong Lee, no ‘BBB 20’ e na ‘Ilha Record’: “Crise de pânico”

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.