PRF prende procurado que se passava por policial civil para extorquir empresários

No momento da prisão, o acusado estava dirigindo um carro com placas do município de Almirante Tamandaré, no Paraná. Ele estava foragido desde 2010

0

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prenderam, nessa terça-feira (22), um homem procurado pela Justiça desde 2010. De acordo com a entidade, o suspeito se passava por policial civil com o objetivo de extorquir empresários em Curitiba, no Paraná.

PF deflagra operação que investiga fraudes em registros sindicais do antigo Ministério do Trabalho

Segundo a corporação, o acusado foi abordado por uma equipe da PRF na Rodovia Régis Bittencourt, na altura de Registro, cidade localizada no interior de São Paulo. No momento da prisão, o acusado estava dirigindo um carro com placas do município de Almirante Tamandaré, no Paraná.

Durante a abordagem, a equipe conferiu os sistemas criminais e constatou que ele era procurado pela Justiça de Curitiba pelos crimes de concussão e usurpação de função pública.

. No momento da prisão, o acusado estava dirigindo um carro com placas do município de Almirante Tamandaré, no Paraná. Ele estava foragido desde 2010
No momento da prisão, o acusado estava dirigindo um carro com placas do município de Almirante Tamandaré, no Paraná. Ele estava foragido desde 2010. (Foto: reprodução)

Ainda de acordo com a corporação, consta no processo que o rapaz se passava por policial civil para extorquir empresários no Paraná. Logo após a abordagem, o foragido foi encaminhado para a Polícia Judiciária de Registro, sendo recolhido ao sistema carcerário da região.

Outra ação da PRF

Também na terça (22), e no estado de São Paulo, agentes da PRF aprenderam 12 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai. De acordo com a entidade, a carga estava no interior e na carroceria de uma caminhonete com placas de Bragança Paulista (SP), abordada na rodovia Fernão Dias.

“Os policiais deram sinal de parada ao condutor da caminhonete. O homem, de 61 anos, fez menção de evadir-se, porém decidiu se entregar ao perceber a presença de outros policiais à frente”, relatou a Polícia Rodoviária Federal.

Ao inspecionar o veículo, os agentes encontraram, na caçamba externa, 12 mil maços de cigarros de origem paraguaia. “O motorista disse à equipe que pagou R$ 25 mil pelos cigarros, com o objetivo de revendê-los no sul mineiro”, relatou a entidade.

Por conta dos produtos, o homem foi preso em flagrante pelo crime de contrabando, cuja pena é de 2 a 5 anos de reclusão. A ocorrência foi encaminhada para o plantão policial de Bragança Paulista.

Leia também: PMs são absolvidos do crime de estupro em viatura no litoral de SP; Justiça diz que a vítima ‘não resistiu ao sexo’

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.