PRF apreende 135 quilos de droga análoga à anfetamina no Paraná

O clobenzorex é bastante utilizado por motoristas profissionais como 'rebite' e ainda pode ser encontrada para tratamentos de emagrecimento ou para ser misturada em drogas potentes

0

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta sexta-feira (11), em Santa Terezinha do Itaipu, no Paraná, 135 quilos de clobenzorex, uma droga análoga da anfetamina, que estava escondida em um fundo falso na cabine de uma carreta. De acordo coma entidade, o motorista foi preso em flagrante por tráfico de drogas.

PRF apreende quase duas toneladas de maconha no Paraná

Em nota, a corporação revelou que a ocorrência foi registrada quando os policiais rodoviários federais abordaram uma carreta e, durante a fiscalização da cabine, encontraram um fundo falso, especialmente preparado para o transporte de ilícitos, embaixo da cama do motorista.

Segundo a PRF, dentro do compartimento havia, em diversos sacos plásticos,  os 135 quilos do clobenzorex, uma substância análoga  à anfetamina, que já chegou a ter seu uso permitido no país como medicamento emagrecedor.

O clobenzorex é bastante utilizado por motoristas profissionais como 'rebite' e ainda pode ser encontrada para tratamentos de emagrecimento ou para ser misturada em drogas potentes. (Foto: reprodução)
O clobenzorex é bastante utilizado por motoristas profissionais como ‘rebite’ e ainda pode ser encontrada para tratamentos de emagrecimento ou para ser misturada em drogas potentes. (Foto: reprodução)

Hoje, o produto é considerado uma droga pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), sendo uma mercadoria é utilizada tanto por seus efeitos anorexígenos, como estimulantes.

“O clobenzorex é uma substância bastante utilizada por motoristas profissionais como ‘rebite’; pode ser encontrada em formulações proibidas para tratamentos de emagrecimento, além de ser misturada por traficantes a drogas mais potentes como a cocaína, meta-anfetamina e ecstasy”, informou a PRF.

Além disso, a entidade revelou que a apreensão de substâncias usadas pelos caminhoneiros para diminuir o sono é muito comum em pequenas quantidades. “Pelo volume apreendido nessa ocorrência e pela apresentação em pó, acredita-se que os traficantes poderiam produzir mais de um milhão de comprimidos de ecstasy, por exemplo”, explicou.

Capturado, o motorista, de 34 anos, morador de Toledo, no Paraná, responderá por tráfico de drogas, podendo pegar até 15 anos de reclusão. A ocorrência foi encaminhada para a Polícia Federal em Foz do Iguaçu, cidade também localizada no Paraná.

Leia também: PRF prende Homem com maconha escondida dentro de cilindro de gás

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.