Presidente da Juventus nega que CR7 esteja de saída

0

No final da partida contra o Lyon, que sancionou a eliminação dos bianconeri na Europa, o presidente da Juventus explica quais serão os próximos passos do clube: “Sair da Champions League é uma decepção, mas estamos orgulhosos de ter conquistado o nono scudetto consecutivo. O futuro? Também faremos avaliações com o técnico e com a equipe. Precisamos de uma análise completa para recomeçar com entusiasmo”.

Udinese e Juventus se enfrentam pelo Calcio. Créditos: Reprodução Twitter
Uma andorinha só não faz verão: Cristiano Ronaldo na Juventus. Créditos: Reprodução Twitter

É um Andrea Agnelli visivelmente triste que disse a eliminação da Juventus da Liga dos Campeões pelas mãos do Lyon. Um jogo que não é decisivo para o equilíbrio geral da temporada mas que deixa a sua marca: “O equilíbrio é agridoce – afirma – Foi uma época muito difícil, conseguimos um grande resultado com o nono campeonato consecutivo. Na Champions League é decepcionante porque se antes que tínhamos um sonho hoje temos um objetivo, sair deve nos deixar decepcionados. Vamos levar alguns dias para avaliar a temporada e fazer as reflexões para ter uma análise completa”. 

A palavra do presidente da Juventus

Os únicos que não estavam em questão pareciam ser Cristiano Ronaldo e a gestão: “ Cristiano é um pilar da Juventus e há uma grande estima pela equipa de gestão que mantenho muito perto ”. O futuro, que se aproxima, exige avaliações iminentes: “Faremos as nossas avaliações para percebermos como encontrar o entusiasmo para o início da próxima época com vontade fazer e vencer em todos os campos – acrescentou – Este ano foi muito difícil. Quando alguém muda tanto, sabe que está enfrentando dificuldades que superamos ao vencer o nono campeonato consecutivo e devemos nos orgulhar disso”.

Quanto às avaliações sobre o treinador: “A Juventus tem objetivos a honrar, em casa e no estrangeiro. Devemos recomeçar com renovado entusiasmo, sem, no entanto, presumir que vamos ganhar na Itália – conclui – O equilíbrio é feito com o treinador. pessoal, não se pode focar apenas no golo falhado. Uma época é composta por vários golos, por isso digo agridoce”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.