Presidente da Argentina defende Lula e ataca Moro nas redes sociais

Alberto Fernández publicou um vídeo de dois minutos fazendo duras críticas ao ex-ministro da Justiça Sérgio Moro e elogiando Lula

2

O Presidente da Argentina, Alberto Fernández, publicou um vídeo nas redes sociais nesta terça-feira (23). Neste vídeo, ele defende o ex-presidente brasileiro Lula e faz duras críticas ao trabalho do ex-ministro Sérgio Moro.

Quem publicou o vídeo em questão foi a conta oficial do próprio ex-presidente Lula no Twitter. Em poucas horas portanto a publicação já tem mais de quatro mil curtidas e centenas de comentários contrários e favoráveis ao ex-presidente.

“Agora já conhecemos como o juiz Moro manipulava os promotores, que se prestavam a isso, para garantir que Lula não pudesse ser candidato. Agora Graças a Deus parece que as provas revelam claramente como foi a perseguição a Lula”, diz Fernández no vídeo em questão.

“E eu celebro, porque sempre confiei no Lula e por isso o visitei em seus dias de cativeiro”, seguiu o Presidente da Argentina. “Aliás, fui com a plena convicção de visitar uma pessoa inocente que estava presa”, completou.

Essa visita de Fernández aconteceu ainda em 2019. Na época, Lula estava na prisão em Curitiba. Fernández ainda não era Presidente do seu país. Seja como for, ele usou essa visita como uma arma de campanha para a sua eleição presidencial que aconteceria meses depois.

Lula e Moro

Ainda no vídeo, Fernández faz duras críticas ao procedimento da Lava Jato. Ele, aliás, cita também casos de delação premiada na Argentina e no Equador. De acordo com o argentino, esse sistema “não deu certo nessas investigações sobre corrupção”.

A divulgação de mensagens do ex-ministro Sérgio Moro durante o julgamento do caso do Triplex causaram polêmica nos últimos dias. Sérgio Moro, aliás, nega qualquer irregularidade neste sentido. Seja como for, parte dos juristas acreditam que os erros são claros.

Sérgio Moro não comentou esse vídeo de Fernández.

Leia Também:

2 Comentários
  1. […] Presidente da Argentina defende Lula e ataca Moro nas redes sociais […]

  2. […] atualmente é fato que esse nível de cooperação poderia se desgastar. Bolsonaro já fez várias críticas ao mandatário argentino. No último mês de outubro, por exemplo, ele disse que o povo argentino “merecia o Governo […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.