Prefeito usa próprio salário para construir casas no Maranhão

Lahésio doa todo salário de R$ 13.500 para um fundo da prefeitura destinado a construção ou compra de casas para famílias de baixa renda. Ao longo dos quatro anos de mandato, foram mais de 50 imóveis

0

90% dos votos válidos. Foi assim que o prefeito Lahésio Rodrigues Bonfim (PSL), de 42 anos, foi reeleito nas eleições deste ano no município de São Pedro dos Crentes (MA). Essa quase unanimidade pode ser explicada em vários atos do político, mas o principal é: Lahésio usa o seu próprio salário como administrador público para construir casas populares na cidade.

Leia também: Ministro do STF prorroga inquérito sobre suposta interferência na PF

Desde que foi eleito para o cargo, em 2016, Lahésio, que também é médico, tem se dedicado a realizar o sonho da casa própria à comunidade carente de São Pedro dos Crentes. No entanto, engana-se quem pensa que o prefeito só realizou este feito. Além dos imóveis, ele também já construiu pontes, escolas, praças e até ruas.

Tudo isso, segundo dados do portal da transparência da cidade, economizando até 60% do valor normal realizado por outras prefeituras – hoje, com pouco mais de 4500 habitantes, São Pedro dos Crentes é um dos menores municípios do Maranhão e conta um orçamento público de pouco mais de R$ 17 milhões por ano.

Casas à população

Lahésio doa todo salário de R$ 13.500 para um fundo da prefeitura destinado a construção ou compra de casas para famílias de baixa renda. Ao longo dos quatro anos de mandato, foram mais de 50 imóveis. A decisão de doar residências à comunidade do seu município partiu do próprio administrador municipal que criou o projeto e encaminhou à Câmara, que aprovou.

Prefeito usa próprio salário para construir casas no Maranhão
Ao longo dos quatro anos de mandato, foram mais de 50 imóveis. Foto: reprodução)

“O salário de prefeito eu sempre disse para mim mesmo: ‘quando eu fosse prefeito eu queria doar aquele salário. Aí nós criamos um projeto, mandamos para a Câmara. Licitamos aquele valor e todo mês nós fazemos uma casinha”, explicou em entrevista realizada ao portal “G1”.

Ele ainda explica que, em alguns meses do ano, um mutirão é realizado “A gente pede aos empresários, eles dão material e a gente faz o mutirão, eu juntamente com os outros. Aprendi a ser pedreiro. Eu sou de uma família de pedreiros e então não foi difícil. A parede não sai assim retinha, mas nada que um bom reboco não resolva depois e a gente vai fazendo as casinhas e por aí vai”, conta.

Paixão em ser prefeito

Ainda em entrevista ao portal, Lahésio conta que vive o dia da cidade e sempre teve paixão pelo cargo que hoje oculta. “Aqui nós temos a educação. Quando eu cheguei aqui nossa educação era a posição 113 no Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica]. Hoje a nossa posição é a número dois do Maranhão. Quando eu cheguei aqui, demos o 12º, 13º, 14º salário para o professor. Nós plantamos a merenda escolar e criamos o frango. Fazemos uma merenda dois dias por semana de galinhada e o resto os alunos pedem o cachorro-quente”, conta.

Prefeito usa próprio salário para construir casas no Maranhão
Lahésio foi reeleito com 90% dos votos. (Foto: reprodução)

Eleito com a maior votação proporcional do Maranhão e uma das maiores do país, o prefeito costuma dizer que é possível governar sem corrupção e que todo político deveria ser um servidor público. “Eu levo a paixão pelo servir, eu levo a paixão pelo ser prefeito. Eu sou apaixonado por ser prefeito. Foi tudo que eu mais quis ser na vida. A paixão pelo ser gestor. Isso é o que me torna um homem feliz”, finaliza.

 

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.