Preços do petróleo caem, após confirmação do aumento de estoques nos EUA

Temores com avanço da Covi-19 na China ajudam a derrubar preços

1

A confirmação oficial do aumento de estoques do petróleo nos Estados Unidos derrubou os preços da commodity. Em suma, havia expectativa de queda de 1,3 milhão de barris na semana passada. No entanto, os dados oficiais indicaram uma elevação de 4,352 milhões de barris no período, ou seja, as estimativas de consenso não chegaram perto da realidade.

Com mais produto estocado, os preços tendem a cair, pois não há tanta necessidade em adquiri-lo se há mais dele em circulação. É a lei da oferta e da procura: quanto maior a oferta, menor a demanda.

Além disso, a China também apareceu no radar dos investidores, com novos temores do avanço da Covid-19 no país. A propósito, Pequim pediu a trabalhadores urbanos que não viajem de volta às suas províncias no feriado do Ano Novo Lunar em fevereiro. O país tenta conter a propagação do novo coronavírus. Já Xangai testará milhões de pessoas novamente.

A China também anunciou que todas as pessoas que estiverem voltando de viagem após o feriado do Ano Novo Lunar chinês devem realizar testes da Covid-19. A quarentena será ainda mais rígida, de 28 dias. O país também tenta vacinar 50 milhões de pessoas até o feriado, e está correndo contra o tempo para isso. Em resumo, todo o receio dos investidores em torno da China é justificado por ele ser o maior importador de petróleo do mundo.

 

Veja mais detalhes da queda dos preços

Com este cenário de notícias bastante negativas para a commodity, o contrato do petróleo Brent para março caiu 1,22%, o que equivale a US$ 0,69. Com isso, o barril fechou dia a US$ 55,41. Seguindo a mesma trajetória, o petróleo dos Estados Unidos (WTI) recuou 1,61% no dia, ficando US$ 0,86 mais barato. Assim, o barril ficou em US$ 52,27.

 

LEIA MAIS

Mercados acionários dos EUA seguem direções opostas nesta sexta (22)

Entenda as razões das recentes quedas do Ibovespa

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Preços do petróleo caem após confirmação do aumento de estoques nos EUA […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.