Por que escolher a fruta em vez do suco para os bebês

0

Segundo a Academia Americana de Pediatria e a  Sociedade Brasileira de Pediatria sucos são contraindicados para as crianças menores de um ano. Mas, por quê?

Confira quatro motivos

1. O estômago dos bebês é pequeno e deve ser preenchido com alimentos de adequado teor energético;
2. Sucos possuem baixa densidade energética;
3. O suco de frutas leva a mudanças mais rápidas e maiores nos níveis de glicose e insulina. Durante o preparo do suco, a frutose é separada das fibras e isso faz com que o bebê só consuma o açúcar da fruta com água e algumas vitaminas. O problema é que, após a fibra ser removida, a frutose do suco acaba absorvida mais rapidamente. Picos súbitos de açúcar no sangue fazem com que o pâncreas libere insulina para que ele volte a um nível normal. Com o tempo, esse mecanismo pode se desgastar, aumentando o risco de diabetes tipo 2 ainda na infância.
4. No preparo de um suco de laranja, mais de uma laranja é utilizada; então é como se o bebê ingerisse o dobro ou triplo de açúcar. Um copo de 150 ml, por exemplo, tem aproximadamente 30g de açúcar, excedendo as 25g (em torno de 125 ml) permitidas para as crianças maiores de 2 anos.

Recomendação

A recomendação é oferecer a fruta natural para que o bebê experimente novas texturas, sabores e sensações. A fruta também proporciona desenvolvimento da musculatura oro-facial e coordenação mastigação-deglutição.

Comer uma fruta inteira é melhor do que tomar um suco de fruta, mas se você usar o suco como um complemento, dentro do total de calorias diárias recomendadas, a partir de um ano, tudo bem.

Conclusão: o suco nos proporciona algumas vitaminas, mas tem que ser consumido com bastante moderação.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.