Indígenas de Itanhaém são vacinados contra a Covid-19

Trinta indígenas que residem no local receberam a primeira dose da vacina do Instituto Butantan

2

Na manhã da última quarta-feira (27), o Governo do Estado de São Paulo, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, realizou a vacinação de indígenas que residem na Aldeia Tangará, em Itanhaém, litoral de São Paulo. Foram administradas as primeiras doses da vacina do Butantan.

Importância da vacinação para o grupo indígena

A expectativa é que os 645 municípios do Estado de São Paulo recebam a quantia estipulada da vacina dentro do Plano Nacional de Imunização. Célia Parnes, secretária do desenvolvimento social, acompanhou o momento de vacinação e salientou a importância do acesso dos povos indígenas à vacina. “Nossas ações de proteção social abrangem os mais diversos públicos vulneráveis, com isso, a imunização da população indígena reforça o compromisso e empenho do Governo do Estado no combate à pandemia do coronavírus”, afirmou Célia.

Grupo prioritário já pode receber a vacina

O povo indígena da aldeia faz parte do grupo prioritário da primeira fase da vacinação contra o novo coronavírus. Assim como profissionais da saúde, quilombolas, idosos com mais de 60 anos e pessoas portadoras de deficiência que vivem em instituições de longa permanência, devem ser os primeiros vacinados.

Site “Vacina Já” agiliza o procedimento de vacinação

Para fazer com que a campanha seja agilizada, o Governo do Estado de São Paulo criou, portanto, o site “Vacina Já” (www.vacinaja.sp.gov.br). No site todas as pessoas aptas a receber a vacina podem realizar o pré-cadastro, diminuindo o tempo do evento de vacinação.

Leia Também:

2 Comentários
  1. […] Indígenas de Itanhaém são vacinados contra a Covid-19 […]

  2. […] Indígenas de Itanhaém são vacinados contra a Covid-19 […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.