Concurso Polícia Federal 2021: Provas podem ser aplicadas em março, diz diretora

0

O concurso da Polícia Federal entra nos seus últimos ajustes para publicação do edital. A diretora  de Gestão de Pessoal da corporação, Cecília Silva Franco, em entrevista concedida ao site Folha Dirigida, confirmou a publicação oficialmente do certame na próxima semana.

“A gente não crava uma data até para não criar uma expectativa e, eventualmente, ter uma situação que não cumpra essa publicação, porque ela depende não só da Polícia Federal, mas também do Cebraspe. Realmente a gente está em fase final e a ideia é concluir nos próximos dias. Com o edital de abertura publicado, a gente pode fechar o cronograma de todas as outras fases. De todo modo, assim que publicado (o edital), as inscrições se abrem no dia seguinte e costumam ficar abertas em torno de 20 dias. Mas para quem está esperando não demora não. Até semana que vem teremos novidades com certeza”, disse.

Até o momento, todos os indícios apontam para que as provas sejam realizadas em março, como vai acontecer com a PRF, que confirmou para o dia 28 deste mesmo mês a aplicação da prova objetiva.

“Se tudo correr como esperamos, mais para março [provas objetivas]”, revelou. Por isso, o dia 21 de março de 2021 segue sendo a data prevista de aplicação das provas da PF.

2 mil vagas na Polícia Federal

A PF teve seu certame autorizado para o provimento de 1.500 vagas. Entretanto, a corporação prevê a quantidade de 2 mil vagas para os cargos de Delegado, Agente de Polícia, Escrivão e Papiloscopista.

A informação deste quantitativo de vagas foi passado pelo diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre, no mês de dezembro, em discurso no encerramento do Curso de Formação Profissional de novos peritos e delegados. Ficando assim:

  • primeira turma em 2021
  • segunda turma com os remanescentes em 2022

Naquela ocasião, Alexandre agradeceu a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça.

“Neste momento a formação dos novos policiais federais não estaria acontecendo sem o seu apoio (Bolsonaro) incondicional em recomposição dos quadros da Polícia Federal – não apenas com essa turma que se forma hoje, mas também com a realização de um novo concurso público de 2 mil vagas: 1.500 já para 2021 e os excedentes para 2022”, disse o diretor.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.