Polícia encontra casa abandonada que era usada como depósito de drogas

Por meio de investigações, localizaram a residência abandonada e verificaram que se tratava de um depósito de uma organização criminosa

0

A Polícia Civil descobriu nesta terça-feira (05) uma casa que era utilizada como depósito de drogas em Itanhaém, no litoral de São Paulo. A casa abandonada armazenava as drogas que seriam comercializadas em outras regiões de SP.

Leia também: Homem mata a ex-esposa e comete suicídio em seguida

Os policiais da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes de Itanhaém, por meio de investigações, localizaram a residência abandonada e verificaram que se tratava de um depósito de uma organização criminosa.

Ainda segundo os agentes, quando a polícia chegou, pessoas que estavam próximas ao local saíram correndo e fugiram em direção ao mangue. Dentro do imóvel, os policiais encontraram uma grande quantidade de entorpecentes prontos para serem comercializados.

No total, foram apreendidos 1.968 pinos de cocaína, pesando 2 kg, 1.148 pedras de crack, com 160 gramas e 51 porções de maconha, pesando 87 gramas. Todo o material apreendido será submetido à perícia criminal. Segundo a Polícia Civil, as investigações contra o tráfico na região continuam.

Também em Itanhaém

Outra ação também registrada em Itanhaém, e também pela Polícia Civil, foi o resgate de uma empresária, de 53 anos, que estava sendo feita refém em um cativeiro. Segundo informações das autoridades, a vítima é moradora de Campinas, no interior paulista. Durante o resgate, dois suspeitos foram presos, sendo um homem de 39 anos e um idoso, de 63.

De acordo com a polícia, os familiares da vítima relataram que a vítima havia sido sequestrada e estava sob cárcere em Itanhaém. Para liberá-la, os criminosos pediam R$ 40 mil. Após a queixa, os policiais passaram a investigar o caso e conseguiram localizar a empresária.

Chegando ao local, a equipe foi atendida pelo suspeito mais novo, já conhecido pela polícia, devido a prisões anteriores. As autoridades entraram no imóvel e localizaram a vítima, sem nenhuma lesão.

A dupla criminosa foi presa em flagrante por crime de extorsão mediante sequestro. A Polícia Civil ainda apura o local e como os suspeitos agiram para sequestrar o empresário. O caso segue sob investigação.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.