Pochettino é a única hipótese para novo técnico do Benfica

0

É o fim do percurso de Bruno Lage como treinador do Benfica. A derrota frente ao Marítimo foi a gota de água. O técnico colocou o lugar à disposição e o presidente do clube aceitou a saída.

Agora que Bruno Lage já não faz parte dos planos do clube da Luz para a próxima temporada, só há um nome na corrida a treinador encarnado. O argentino Mauricio Pochettino é, neste momento, “a única hipótese” em cima da mesa dos dirigentes do Benfica.

A última comemoração sob o comando de Lage Foto Twitter Benfica
A última comemoração sob o comando de Lage / Foto: Twitter Benfica

A mesma fonte garante que Luís Filipe Vieira só partirá para outro nome caso a vinda do antigo treinador do Tottenham não se concretize – Pochettino está sem clube desde novembro do ano passado.

Logo após o jogo de ontem, o presidente do Benfica afirmou que é o culpado pelos recentes maus resultados do clube. Na sala de imprensa do Estádio dos Barreiros, Vieira revelou que, no final do jogo com o Marítimo, Bruno Lage colocou o lugar à disposição.

Presidente do Benfica não se entrega

Tudo fizemos e tudo demos para sermos felizes este ano. Não fomos e tem de ser dito: o único culpado sou eu, que sou presidente do Benfica”, disse Vieira na sala de imprensa do estádio do Marítimo.

Só chegamos aqui porque tivemos estabilidade. Para conquistarmos um bi [campeonato] estivemos 31 anos, para conquistarmos um tri estivemos 39 anos e para conquistarmos um tetra, que nunca tínhamos conquistado, foi agora que o fizemos”, salientou o líder das águias.

Lembrando o percurso que fez desde que assumiu a presidência do Benfica, Vieira considerou também: “Quem acabou na altura, em 2000, com o Benfica, não foi uma pandemia, foram os benfiquistas.”

Dirigindo-se aos que “estão a festejar a derrota do Benfica e que pensam que as pessoas se vergam após uma derrota”, o presidente encarnado quis garantir que “nunca se vergou a nada” e deixou no ar uma frase que promete desenvolvimentos: “Espero, quando chegar a Lisboa, tomar uma decisão que será, penso eu, não vergar. Tenho de falar com a minha família.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.