PM reage a assalto, tem arma roubada e leva tiro na cabeça

Um dos três assaltantes conseguiu pegar a arma do policial e atirar na cabeça dele. Um adolescente foi apreendido e dois homens estão foragidos

2

A noite de sábado (27) do cabo da Polícia Militar (PM) Marcos dos Santos Junior foi para esquecer. Isso porque ele teve sua motocicleta roubada e ainda levou um tiro na cabeça com sua própria arma. O caso aconteceu na Região Nordeste de Belo Horizonte (MG) e, dos três criminosos que participaram do crime, apenas um adolescente foi apreendido. Os outros dois suspeitos estão foragidos.

Leia também: Homem que tentou estuprar mulher em ‘saidinha’ de Natal usava calcinha

De acordo com as informações, o PM foi socorrido e levado para o Hospital Risoleta Neves. No entanto, até o momento, nenhuma informação sobre o estado de saúde dele foi divulgado. No boletim de ocorrência consta que os três homens roubaram um carro antes de encontrarem com o PM.

Quando eles se depararam com o policial, o abordaram. Ele estava em uma motocicleta, que era o que os criminosos queriam. Ele reagiu, atirando em direção aos suspeitos que, em seguida, entraram em luta corporal com o agente. Na confusão, um dos homens conseguiu pegar a arma do PM e atirar na cabeça dele.

A perícia foi ao local e, segundo a Polícia Militar, a ocorrência ainda estava em andamento. Ainda de acordo com a corporação, a polícia conseguiu recuperar o carro roubado, a moto do militar e também a arma.

Também em Belo Horizonte 

Belo Horizonte também registrou outra ocorrência envolvendo um cabo da PM no sábado (26). No entanto, desta vez, a consequência foi bem mais branda. O agente teve uma luxação no braço, após ser atingido por uma pedra, durante o trabalho na cidade.

Segundo o boletim de ocorrência, militares estavam em uma viatura e viram um jovem fazendo manobras perigosas em uma moto. A fim de evitar um acidente, os agentes pediram para que o suspeito parasse. Todavia, ele fugiu e a perseguição começou.

Ainda de acordo com o boletim, durante a fuga, o suspeito quase atropelou pessoas que estavam na rua. A perseguição continuou até que o motorista da moto entrasse em uma rua com vários jovens. Estes indivíduos começaram a jogar uma série de pedras no veículo, que teve o vidro quebrado, conforme a foto abaixo.

A perseguição continuou até que o motorista da moto entrasse em uma rua com vários jovens, que começaram a atirar pedras na viatura. (Foto: reprodução)

As pedras atingiram um dos braços do cabo, a lataria e os vidros da viatura. No momento do fato, os militares conseguiram prender um dos rapazes envolvido no vandalismo, um homem de 24 anos.

Agora, o motociclista que fazia as manobras perigosas e foi quem começou toda a confusão, conseguiu fugir. O policial que se machucou foi atendido na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e foi liberado.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.