PM que matou namorada alega insanidade mental

De acordo com a defesa do PM, ele é incapaz de entender o caráter ilícito do feminicídio pelo qual é acusado

2

Insanidade mental. Essa é a justificativa que a defesa do policial militar, Manoel Bonfim dos Santos Silva, dá para ele ser absolvido do crime de assassinato contra a sua namorada. De acordo com as pessoas que defendem o PM, ele é incapaz de entender o caráter ilícito do feminicídio pelo qual é acusado.

Leia também: Deputado causa polêmica ao comemorar morte de menino de 12 anos

O crime aconteceu em outubro, em Fortaleza (CE). A vítima foi assassinada a tiros após o casal sair de um restaurante onde estavam jantando. De acordo com as investigações, Ana Rita Tabosa Soares e o PM teriam saído do local discutindo. Quando entraram no carro, Manoel Bonfim atirou, segundo a perícia, cinco vezes contra a moça.

O policial foi preso em flagrante. Dias depois da prisão, a defesa do PM afirmou à Justiça do Ceará que ele é acompanhado há três anos por médico especializado em doenças mentais e indicou que ele sofre de insanidade.

De acordo com a defesa do PM, ele é incapaz de entender o caráter ilícito do feminicídio pelo qual é acusado
De acordo com a defesa do PM, ele é incapaz de entender o caráter ilícito do feminicídio pelo qual é acusado

A Justiça aceitou o pedido de perícia, que pode vir a comprovar ou não a insanidade mental. Devido à decisão proferida na 2ª Vara do Júri da Comarca de Fortaleza, o processo deve permanecer suspenso até o esclarecimento dos fatos.

Agora, com o processo suspenso, Manoel Bonfim seguirá detido no Presídio Militar, localizado no 5º Batalhão, centro de Fortaleza.

MP-CE denuncia PM

Em novembro, o Ministério Público do Ceará (MP-CE) denunciou o policial. Na acusação, o órgão revelou que amigos e familiares da vítima já tinham presenciando brigas do casal e teriam visto Manoel Bonfim ameaçar Ana Rita de morte. Durante depoimento, quando questionado sobre o que motivou o crime, o policial permaneceu em silêncio.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.