PM encontra fuzis, munição antiaérea e equipamentos militares usados em ataques a bancos em SP

No bunker os agentes encontraram fuzis, carregadores, munições antiaéreas, armas, granadas, equipamentos e outros equipamentos de guerra

0

Um verdadeiro arsenal. Foi isso que agentes da Polícia Militar (PM) de São Paulo encontraram após eles terem estourado, na manhã desta quinta-feira (07), um “bunker”, uma espécie abrigo subterrâneo fortificado ou até mesmo blindado, construído para dar abrigo às pessoas em tempos de guerra.

De acordo com a entidade, no local, estavam itens como fuzis, carregadores, munições antiaéreas, armas, granadas e equipamentos de proteção, como coletes, óculos, capacetes, lanternas táticas, dentre outros equipamentos de guerra.

Conforme a Polícia Militar, esses materiais eram utilizados por criminosos que atuam em ataques a bancos, caixas eletrônicos e também em locais que armazenam dinheiro no estado de São Paulo.

Confronto deixa dois mortos

Em nota, a corporação revelou que, ao chegar no local, foi recebida por criminosos que estava no lugar, uma chácara localizada na estrada do Paiol, em Parelheiros, na Zona Sul de São Paulo.

Por conta disso, relatou a entidade, foi registrado um confronto entre criminosos e agentes públicos. Devido a este fato, dois suspeitos acabaram sendo baleados e morreram ainda no local.

No bunker os agentes encontraram fuzis, carregadores, munições antiaéreas, armas, granadas, equipamentos e outros equipamentos de guerra.
No bunker os agentes encontraram fuzis, carregadores, munições antiaéreas, armas, granadas, equipamentos e outros equipamentos de guerra. (Foto: reprodução)

Itens no bunker

Segundo a PM, ao entrar no bunker, que estava escondido e fechado atrás de paredes, agentes da corporação encontraram coletes à prova de balas, granadas, explosivos, carregadores de fuzis e diversas munições e até mesmo uniformes da Polícia Civil.

“Havia no local 10 peças de uniforme da polícia, além de munições antiaéreas, de calibre .50, e de fuzil 7.62mm, além de pistolas e carregadores de fuzis”, informou a entidade, que completou informando que a apreensão foi registrada na sede da Polícia Federal (PF), na Lapa, em São Paulo.

Por fim, devido ao risco por conta da presença de granadas e explosivos no bunker, agentes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da PM foram acionados para analisarem o local.

Leia também: Criminoso desiste de assalto após tropeçar, perder o chinelo e ser mordido por cão em Fortaleza

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.