OPAS alerta sobre o planejamento necessário à chegada da vacina contra a COVID-19

1

A Organização Pan-americana da Saúde (OPAS) na última quarta-feira, 23 de setembro, alertou para os preparos necessários à chegada da vacina contra a COVID-19. A diretora, Carissa F. Etienne, também ressaltou a importância do respeito contínuo para com os cuidados preventivos, pois a vacina não descartará tais procedimentos, como o uso da máscara em locais públicos e a higienização constante das mãos.

Segundo Etienne, os preparatórios em torno dos grupos que primeiro receberão a vacina devem ser feitos o quanto antes, pois o despreparo impactaria no número de casos infectados e de mortes. A vacinação, aconselha, precisa começar pelos profissionais da saúde, técnicos de enfermagem, enfermeiros e médicos, em razão da intensa exposição a que estão submetidos. Em seguida, a prioridade seria os grupos vulneráveis, como as pessoas com comorbidades e enfermidades em tratamento, sobretudo as pessoas com mais de 65 anos.

 

O futuro pós-vacina

 

 A diretora da OPAS também pediu calma ao atentar para a possibilidade de que a vacina não seja a cura para todos os males. De acordo com a autoridade, o coronavírus continuará a se espalhar. Portanto, será fundamental que os países não depositem plena confiança na imunização ou nos sistemas de saúde.

Etienne acrescentou, por fim, que 200 vacinas estão sendo estudadas. De forma que assim que estiverem disponíveis, a Organização Mundial da Saúde (OMS) facilitará o acesso e a distribuição para os países da região representada pela OPAS. Para tanto, um portfólio de 15 prováveis vacinas será organizado e apresentado por meio do mecanismo chamado COVAX. Este foi convocado pela GAVI, Coalização para Inovações de Preparação para Epidemias (CEPI).

O mecanismo COVAX conta com o financiamento de 64 países e outros 92 elegíveis para o apoio por meio do instrumento de Compromisso de Mercado Avançado. As nações participantes terão uma cota inicial suficiente para imunização de 3% de suas populações, chegando até 20%. Quantidade suficiente para blindar a população mais exposta e predisposta a um estado crítico de contaminação.

1 comentário
  1. […] também: – OPAS alerta sobre o planejamento necessário à chegada da vacina contra a COVID-19 – Bolo brownie low carb de micro-ondas molhadinho e delicioso, confira a […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.