PIS/Pasep: Mesmo com o valor de R$ 1.100 liberado, trabalhadores não sacam benefício

0

Os pagamentos do PIS/Pasep terminam no próximo dia 30 de junho. Este se refere ao período de 2020-2021. Atualmente, há cerca de R$ 440 milhões nos cofres da União aguardando pela retirada por parte de 700 mil trabalhadores. 

Quando nos referirmos unicamente ao Programa de Integração Social (PIS), pago pela Caixa Econômica Federal (CEF), foi anunciado um balança de 560 brasileiros que, por algum motivo, não sacaram o benefício. Com isso, cerca de R$ 328 milhões continuam parados no banco.

No caso do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), o qual tem seu pagamento gerenciado pelo Banco do Brasil, cerca de 200 mil trabalhadores ainda não realizaram a ação para buscar o recurso total no valor de R$ 120 milhões.

Caso os valores não sejam retirados até a data estabelecida pelo calendário de pagamento, o valor volta a posse do Executivo Federal. É válido ressaltar que quem não sacar agora não perde o benefício, porém, poderá movimentar apenas no próximo ano.

Quem pode receber o PIS

O abono salarial PIS é um benefício concedido aos trabalhadores que

  • estão cadastrados há pelo menos 5 anos no programa;
  • trabalharam com carteira assinada por no mínimo 30 dias no ano-base;
  • receberam de empregador pessoa jurídica remuneração média de até 2 salários mínimos no período trabalhado no ano-base;
  • constam na RAIS pertinente ao ano-base.

Quem pode receber o Pasep

Já, o PASEP é concedido para

  • servidores públicos federais, estaduais e municipais e os empregados de empresas públicas e sociedades de economia mista, independentemente do regime jurídico ao qual se subordina a relação de trabalho;
  • estão cadastrados há pelo menos 5 anos no programa;
  • trabalharam com carteira assinada por no mínimo 30 dias no ano-base;
  • receberam de empregador pessoa jurídica remuneração média de até 2 salários mínimos no período trabalhado no ano-base;
  • constam na RAIS pertinente ao ano-base.

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.