PIB do Reino Unido cresce 2,3% em abril deste ano

Abrandamento das medidas restritivas contra a pandemia da Covid-19 e reabertura econômica impulsionam resultado do PIB no mês

0

O Produto Interno Bruto (PIB) do Reino Unido fechou abril com um crescimento de 2,3% na comparação com o mês anterior. A saber, este é o avanço mais firme do PIB do país desde julho do ano passado. E o que impulsionou o resultado foi a reabertura econômica interna.

Em resumo, o setor de serviços figurou como o principal responsável pela resultado expressivo, puxando o PIB pra cima em abril. No mês, houve o abrandamento de diversas medidas restritivas de circulação de pessoas para conter o avanço do novo coronavírus no país.

Ao mesmo tempo, a campanha de vacinação seguiu num ritmo mais forte em abril. De acordo com o Escritório de Estatísticas Nacionais (ONS, na sigla em inglês), também houve mais gastos em restaurantes, pubs e cafés. Isso mostra que os consumidores saíram de casa também para utilizar serviços não-essenciais.

Aliás, o avanço puxado pelo setor de serviços conseguiu compensar a queda de 0,3% da produção industrial do país em abril. As principais razões para esse recuo foram a diminuição na fabricação industrial e as paralisações que atingiram diversos campos petrolíferos do Mar do Norte devido à manutenção.

PIB do Reino Unido segue abaixo do nível pré-pandemia

Apesar do crescimento registrado em abril, o PIB do Reino Unido segue abaixo do patamar registrado antes do início da crise sanitária. Nesse caso, a atividade econômica do país ainda está 3,7% inferior ao pico observado antes de março do ano passado, quando houve a decretação da pandemia.

Por sua vez, o setor da construção civil caiu em abril, quando comparado a março. No entanto, isso aconteceu, porque o avanço no mês anterior veio bastante forte. Mesmo com a queda, o setor continua acima do nível observado antes da pandemia.

Por fim, o ministro de Finanças do Reino Unido, Rishi Sunak, destacou que o resultado de abril é “um sinal promissor de que a economia está começando a se recuperar”. Segundo o ONS, o déficit total do comércio de bens do Reino Unido caiu de 11,7 bilhões de libras em março para 10,9 bilhões de libras em abril. A propósito, as expectativas indicavam uma elevação do déficit para 12,2 bilhões de libras no mês.

Leia Mais: Indicador de Emprego da FGV sobe em maio e volta ao patamar de janeiro

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.