PF investiga fazendeiros acusados de atear fogo em florestas do Pantanal

Cinco fazendeiros estão entre os acusados de atear fogo que queimou mais de 25 mil hectares do Pantanal nas últimas semanas

1

Sabe o fogo que está consumindo a região do Pantanal na última semana? Ao menos uma parte dele pode ter sido obra proposital de fazendeiros do local. De acordo com a Polícia Federal (PF) cinco deles estão respondendo por investigações.

Segundo as investigações, esses cinco fazendeiros possuem cada um uma fazenda diferente. A polícia suspeita do incêndio proposital porque há focos de incêndio se iniciando em cada uma dessas cinco propriedades.

De acordo com as estimativas da própria polícia, esse fogo proposital pode ter queimado cerca de 25 mil hectares do Pantanal nas últimas semanas. As fazendas desses fazendeiros ficam na Região da Serra do Molar, em Corumbá, no Mato Grosso do Sul.

A PF realizou uma operação de busca e apreensão ainda na última segunda-feira (14). Na ocasião, um dos cinco fazendeiros foi para a cadeira. É que ele estava com posse ilegal de arma e de munições em sua residência.

De acordo com as informações oficiais, os outros quatro seguem soltos. Até a publicação desta matéria, nenhum deles, ou qualquer representante legal deles, se defendeu das acusações. Seja como for, a polícia segue com a suspeita.

Fazendeiros no Pantanal

Segundo o delegado Alan Givigi, a maior suspeita é que os fazendeiros tenham colocado fogo na mata para conseguir limpar a área. É que sem as árvores o que fica é o pasto. E é justamente neste pasto que os fazendeiros pretendiam criar mais gado.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, esses cinco fazendeiros podem ter que responder por dano a floresta de preservação permanente, dano direito e indireto a unidades de conservação, incêndio e poluição.

Em uma soma rápida considerando as informações do Código Penal, cada um dos fazendeiros podem pegar até 15 anos de prisão. Nas redes sociais, a notícia dessa investigação está sendo uma das mais comentadas da semana.

1 comentário
  1. […] PF investiga fazendeiros acusados de atear fogo em florestas do Pantanal […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.