PF apreende mais de 15 mil carregadores ilegais SP

Entre novembro e dezembro, a agência lacrou mais de 26 mil carregadores para celular no estado de São Paulo

1

Uma operação conjunta entre a Polícia Federal (PF) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) foi realizada nesta quinta-feira (17) a fim de coibir a venda irregular de carregadores de celular não homologados. A ação ocorreu na região da rua 25 de Março, localizada no Centro de São Paulo e apreendeu, pelo menos, 15 mil produtos piratas.

Leia também: STF decide e vacina contra Covid-19 será obrigatória

De acordo com as informações, a operação foi feita no âmbito do Plano de Ação de Combate a Pirataria (PACP). Ainda segundo as informações, os equipamentos apreendidos somavam cerca de R$ 180 mil e a operação contou com a participação de nove agentes de fiscalização da Anatel, além de agentes da PF.

PF apreende mais de 15 mil carregadores ilegais SP
Entre novembro e dezembro, a agência lacrou mais de 26 mil carregadores para celular no estado de São Paulo. (Foto: reprodução/ Anatel)

Operação parecida foi realizada em novembro 

Esta não foi a primeira operação do tipo realizada neste ano. Isso porque, além das apreensões desta quinta (17) na região da 25 de março, a Anatel realizou, no último mês de novembro, outras três grandes ações de fiscalização em revendedores do estado de São Paulo.

PF apreende mais de 15 mil carregadores ilegais SP
Juntos, os carregadores irregulares apreendidos nos meses de novembro e dezembro somam mais de R$ 340 mil (Foto: reprodução/ Anatel)

Na oportunidade, os agentes apreenderam cerca de 11 mil carregadores de celular não homologados nas cidades de São José do Rio Preto, Ribeirão Preto e em um outro ponto de venda irregular na cidade de São Paulo.

Em nota, a Anatel revelou que, entre novembro e dezembro, a agência lacrou mais de 26 mil carregadores para celular no estado de São Paulo, Juntos, eles somam mais R$ 340 mil em produtos irregulares apreendidos.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.