Pedido para ouvir ex-presidente do Banco do Brasil é aprovado no Senado

0

Nesta quinta-feira (30) foi aprovado o requerimento para que Rubem de Freitas Novaes, ex-presidente do Banco do Brasil, preste esclarecimento sobre sua renúncia ao cargo. O pedido foi aprovado pela comissão Mista do Congresso Nacional que fiscaliza as ações orçamentárias ligadas à covid-19.

Para o senador Randolfe Rodrigues (Rede- AP), autor do requerimento, “É fundamental a presença do senhor Rubem Novaes a esta comissão para que possamos compreender suas manifestações. O Banco do Brasil é um dos principais instrumentos de apoio do Estado brasileiro no combate aos efeitos da pandemia pela qual passa o país, servindo inclusive de instrumento de repasse dos recursos públicos para mitigação dos efeitos econômicos e sociais. Micro e pequenas empresas, por exemplo, têm se apoiado na Caixa Econômica Federal e no Banco do Brasil em busca de recursos para atravessar a queda drástica da economia”, justificou.

Não só o senador Randolfe, como também o senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO) já havia se posicionado a favor de que o ex-presidente do banco esclarecesse sua saída.

A comissão ainda aprovou hoje, o pedido para que Carlos Von Doellinger, presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), seja ouvido em audiência pública virtual.

Ainda não foram definidas as datas das audiências.

Banco do Brasil

O Banco do Brasil é formada por uma sociedade de economia mista, com participação do governo em 50% das ações, com mais de R$ 1,57 trilhão em ativos. Outros também são controlados pelo governo brasileiro, como a Caixa Econômica Federal, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco da Amazônia e o Banco do Nordeste.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.