Paula Mattos assume homossexualidade: “Sou casada há nove anos”

A cantora revelou que é parte da comunidade LGBTQIA+ em entrevista, nesta quarta-feira (14)

0

A cantora Paula Mattos, dona de hits como ‘Que Sorte a Nossa’ e ‘Rosa Amarela’, assumiu ser homossexual, em entrevista nesta quarta-feira (14). Em bate-papo para o canal do Youtube do jornalista André Piunti, ela ainda admitiu que é casada com uma mulher há nove anos.

Pabllo Vittar quer cantar em eventual posse de Lula em 2022

Na véspera de lançar a música ‘Não Esfriou’, que fala sobre diversidade sexual, Paula diz que está farta de esconder esse segredo da mídia e dos fãs: “Estou me assumindo gay. Não é fácil estar falando para o Brasil sobre esse assunto, mas as pessoas ficavam comentando “Será que ela é? Será que ela não é?”, nos bastidores. Eu nunca tive problema com isso, mas tinha medo de falar e as pessoas enxergarem de uma outra maneira, não me aceitarem.”

A artista revelou que está casada, mas que manterá a identidade da esposa em segredo, pois ela não se sente à vontade de viver o relacionamento de forma tão pública: “Eu sou casada há nove anos, não é um caso ou uma brincadeira. Mas não vou expor uma pessoa que não é pública, ela não quer. O respeito é tudo. A gente tem uma família. Não estou aqui pra ganhar like, mas pra me posicionar. Ia esperar mais quanto tempo vendo as pessoas morrendo por homofobia, ameaçadas na internet? Isso é horrível! Que mal a pessoa faz por ser quem ela é?”

Paula revela que não era aceita pela família por ser lésbica

A cantora Paula Mattos, que se inspirou na participação de Pabllo Vittar no ‘Caldeirão do Huck’, para se assumir para o mundo, diz que não era aceita pela família. De acordo com a artista, a pior reação foi da mãe, que não aceitava sua orientação sexual:

O cancelamento não começa na internet, e sim dentro de casa. Aos 8 anos de idade, minha mãe me viu dando um selinho numa amiguinha de escola e me olhou feio, me reprimiu. Por me sentir culpada, cheguei a namorar garotos, mas aos 18 anos resolvi me assumir para os meus pais. Meu pai disse “ok”, mas não foi fácil lidar com a reação da minha mãe.

A mãe de Paula ficou muito triste e, segundo a cantora, até hoje não aceita muito bem o seu relacionamento com outra mulher: “Quando eu contei, ela começou a chorar muito, como se eu tivesse matado alguém. É muito importante a mãe apoiar, acolher o filho, entender o que ele quer ser. Eu cresci com vários bloqueios, não me aceitava.”

 

Veja também: Ator de ‘Chiquititas’ detona o SBT por falta de pagamento por reprises

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.