Partido de Merkel se prepara para escolher sucessor da primeira-ministra

Muitos são os nomes que devem disputar a primária em janeiro. Quem vencer aqui, disputa as eleições gerais no lugar de Merkel

1

Angela Merkel está neste momento aguardando a última virada do ano como primeira-ministra da Alemanha. Pelo menos se tudo sair como se espera, ela deverá deixar o poder em breve. Mas o seu partido deverá seguir no comando do país.

Neste exato momento, o União Democrática Cristã (CDU) está se preparando para as eleições primárias. Essas eleições acontecem no dia 16 de janeiro e irão escolher quem vai ser o candidato do partido. Esse candidato vai disputar as eleições gerais no dia 26 de setembro de 2021.

Merkel tinha a sua candidata. Era Annegret Kramp-Karrenbauer. Mas ela desistiu de participar do pleito. Hoje, a primeira-ministra da Alemanha não tem mais um candidato para chamar de seu. Seja como for, ao menos três surgem como favoritos.

O primeiro deles é Friedrich Merz, um político conservador. Merz se diz um político de “direita raiz”. Ele critica duramente Merkel por suas políticas e diz que ela transformou o partido em um agremiação de centro.

O segundo é Armin Laschet. Ele está mais ao Centro desta disputa. Apesar de não receber o apoio formal de Merkel, ele costuma ter a sua simpatia. Laschet apoiou a entrada de imigrantes na Alemanha e tem fama de ser um político que consegue dialogar com os deputados de todos os lados.

Outro nome forte é o de Nörbert Torrgen. Esse seria o político mais à esquerda desta disputa. Ele, aliás, chegou ser ministro do meio ambiente de Angela Merkel. Mas a imprensa local afirma que os dois não costumam se dar muito bem.

Angela Merkel

Merkel vai deixar o poder depois de cumprir quatro mandatos seguidos como primeira-ministra na frente da Alemanha. Ele chegou ao poder em 2005. Neste final de mandato, no entanto, ela começou a mostrar sinais de desgaste popular.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.