Para lidar com depressão no país, Japão cria Ministério da Solidão

Ministro Tetsushi Sakamoto é o primeiro Ministro da Solidão do país asiático. Ele tem uma tarefa difícil pela frente nesta pandemia

1

A Pandemia do coronavírus não costuma respeitar fronteiras. Todos os países do mundo sofrem com as consequências da doença. Mas cada país enfrenta o problema do seu jeito. No Japão, por exemplo, o Governo deu uma atenção especial para a solidão.

O país asiático decidiu criar nada menos do que um Ministério da Solidão. E já há inclusive um Ministro no cargo. Trata-se portanto de Tetsushi Sakamoto. Ele vai ter uma difícil missão pela frente a partir de agora.

É que de acordo com os dados oficiais do próprio país, o número de suicídios por lá está crescendo. Há quem diga que isso está acontecendo muito em função da pandemia do novo coronavírus.

Acontece que boa parte dos japoneses costumam morar sozinhos. É algo quase cultural por lá. Só que morar sozinho em pleno isolamento em uma pandemia pode ser algo fatal para a saúde psicológica.

A função do novo Ministro vai ser reverter esse problema no máximo grau possível. Como ele acabou de assumir o cargo, ainda é difícil saber quais políticas ele deverá tomar para conter a tristeza nos lares japoneses neste momento.

Solidão no Japão

De acordo com as informações oficiais, mais de nove mil pessoas já morreram em decorrência da pandemia do novo coronavírus no Japão. Esses são dados que contam os mortos desde o início da pandemia até aqui.

Se compararmos com outros países populosos, esse não é um número tão grande. Seja como for, o país está neste momento registrando um aumento de novos casos. Na província de Osaka, por exemplo, o Governo local decidiu decretar um novo lockdown. O Ministro novo deve encontrar portanto muito trabalho pela frente. 

Leia Mais: Japão teme que possível quarta onda da Covid-19 atrapalhe Olimpíadas

Leia Também:

1 comentário
  1. […] Leia também: Para lidar com depressão no país, Japão cria Ministério da Solidão […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.