Pai é flagrado ameaçando matar funcionários de escola que tentaram evitar que ele agredisse aluno

“Vou te dar um tiro, o seu está guardado! Vou te pegar na saída”, teria dito o pai, que também pretendia agredir um aluno da escola.

0

Funcionários de uma escola em Campo Grande, em Mato Grosso do Sul, afirmam que foram ameaçados nesta quarta-feira (16) pelo pai de uma aluna que tentou invadir a unidade para tentar agredir um estudante. De acordo com as informações, o homem teria entrado no local e, em um primeiro momento, ameaçado a coordenadora que teria tentado evitar que as agressões fossem realizadas.  “Vou te dar um tiro, o seu está guardado! Vou te pegar na saída”.

Pai denunciado pela filha através de prova escolar é preso

Segundo a Polícia Militar (PM), além da coordenadora, uma outra servidora também foi xingada e, na sequência, ameaçada pelo suspeito, que chegou ao local para tentar agredir o aluno e ameaçar os funcionários colocando a mão na cintura como se estivesse armado. “Vou te matar! Você não está com medo? Vou te pegar na hora da saída”, teria dito o rapaz.

Por conta do caso, funcionários com filhos matriculados na unidade revelaram que ficaram com medo, pois o pai, que não foi preso, estava visivelmente embriagado e mora próximo da escola. Conforme as informações, o caso foi registrado como desacato e agora está sendo investigado – o motivo da confusão não foi divulgado.

Também em Campo Grande

Outro caso relatado na cidade do Mato Grosso do Sul nesta quarta foi o de um homem que procurou uma delegacia de Campo Grande para informar que seus pais foram vítimas de um golpe no WhatsApp. Segundo esse homem, os bandidos usavam sua foto e entraram em contato com seus pais, que não notaram o golpe e depositaram, ao todo, pouco mais de R$ 3 mil.

Conforme aponta o boletim de ocorrência, os criminosos pediram R$ 6 mil para os pais do homem. Isso, usando a foto dele e se passando por ele. Na conversa, um suspeito teria dito que havia mudado de número, que estava com o aplicativo do banco bloqueado e que precisava pagar uma conta. Como os pais do homem acreditaram, acabaram transferindo, ao todo, R$ 3.789,55. De acordo com a Polícia Civil, o caso foi registrado como preservação e, até o momento, nenhum suspeito foi identificado.

Leia também: Pai de aluna agride professor após filha relatar assédio sexual em escola de SP

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.