Pagamento da aposentadoria e de demais benefícios começam dia 24 de junho

Os benefícios dos segurados do INSS que recebem em junho começa dia 24

0

O pagamento da aposentadoria e dos benefícios referentes ao mês de junho terão início no próximo dia 24. Na última quarta-feira os pagamentos referentes ao mês de maio foram encerrados. 

Como será o pagamento da aposentadoria?

Aproximadamente 36 milhões de segurados dependem dos benefícios do INSS. 60% deles recebem apenas um salário mínimo.

O calendário do INSS é programado de acordo com o número final do cartão, sem considerar o último dígito verificador, que aparece depois do traço. Veja na tabela a seguir o calendário completo:

O piso nacional do INSS passou para R$ 1.212 desde 1º de janeiro para aqueles que ganham um salário mínimo. Enquanto o teto dos benefícios passou de R$ 6.433,57 para R$ 7.087,22.

A legislação obriga o INSS a pagar aposentadorias, auxílio-doença, auxílio-reclusão e pensão por morte pagas pelo INSS com valores superiores a um salário mínimo. 

Entretanto, os segurados que recebem acima de um salário mínimo tiveram a remuneração ajustada em 10,16%. 

Como consultar o pagamento da aposentadoria e demais benefícios?

Existem algumas maneiras de consultar o pagamento da aposentadoria e os demais benefícios pagos pelo INSS. Então, veja a seguir como realizar a consulta: 

  • Por meio da central de atendimento via telefone, no número 135. Ao ligar, informe o número do CPF e confirme suas informações cadastrais, de forma a evitar fraudes. O atendimento está disponível de segunda a sábado, das 7h às 22h;
  • Acessando o site Meu INSS, que possui variados serviços digitais do INSS. Após fazer o login, na tela inicial, clique no serviço de “Extrato de Pagamento” e você terá acesso ao seu extrato e todos os detalhes sobre o pagamento do benefício; 
  • E, por fim, a consulta também pode ser feita pelo aplicativo Meu INSS, disponível para Android e iOS. Também é necessário fazer o login, e então, todos os serviços disponíveis e histórico das informações do beneficiário serão listados.

Fila do INSS

Atualmente é de 1,6 milhões de pessoas e o objetivo do governo é zerar essa fila até o final de 2022. O número rastreia apenas os pedidos iniciais para participar do benefício. 

Somas de recursos e pedidos de revisão não estão entrando nestes cálculos. 

De acordo com Guilherme Serrano, 500 mil segurados da fila são pessoas com deficiência que buscam o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Essas pessoas precisam passar por três níveis de análise: administrativa, social e médica.

Por meio de um acordo homologado com o STF, o Instituto se comprometeu a analisar os processos no prazo máximo de 90 dias, a depender do tipo de benefício solicitado. E a realizar as perícias médicas e de assistência social em até 45 dias.

O prazo pode ser estendido a 90 dias em locais de difícil acesso. No final de 2021, cerca de 900 mil processos estavam dentro do prazo e 900 mil com atraso em relação ao fixado pelo Supremo Tribunal Federal.

Novo plano de atendimento do INSS

Plano de Atendimento do INSS

O INSS possui atualmente cerca de 1,1 milhões de perícias agendadas. O atraso ocorreu devido a greve de quase dois meses dos funcionários e peritos. Com o intuito de reduzir essa fila, o Governo Federal trouxe um novo plano de atendimento:

  • O objetivo é que em 90 dias da implementação das medidas, os agendamentos para a realização de perícia médica já estejam normalizados;
  • A principal ação é referente a análise documental com base em atestados médicos para afastamentos de até 90 dias; 
  • Ou seja, o segurado não precisará fazer a perícia presencial. Essa medida atenderá localidades com escassez ou falta de médicos peritos, com tempo de espera para perícia médica  superior a 30 dias.

“É claro que não depende totalmente de mim, mas a gente vai lutar e utilizar o peso do Ministério do Trabalho para que a gente honre aquilo que foi acertado para o fim da greve”, afirma o Ministro José Carlos de Oliveira.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.