O que é o IPO?

0

Quando uma empresa quer levantar dinheiro com a abertura de capital na bolsa de valores, ela precisa fazer o IPO (Initial Public Offering), que em português significa oferta pública inicial. Nesse artigo você vai conhecer o que é o IPO.

Como é feito o IPO?

Esse procedimento de abertura de capital é realizado em conjunto com diversas entidades e instituições da área.

Dentre elas nós temos a CVM (comissão de valores mobiliários) a B3 (bolsa de valores) além dos bancos que vão intermediar operação.

Com o desejo de abrir o capital na bolsa, a empresa em questão precisa passar por todo um processo burocrático de análise e avaliação das condições da companhia para aí sim, conseguir lançar o seu prospecto sobre o IPO.

Dentro desse prospecto teremos as regras do IPO. Dentre as regras nós teremos os seguintes dados;

  • Os valores totais da oferta
  • Quantidade mínima de ações,
  • Valor de cada ação,
  • Valor mínimo de reserva

Posteriormente temos o início das reservas. Para realizar a reserva das ações, o interessado deve mencionar a sua intenção junto a corretora na qual é cliente e identificar o dia no qual será debitado os valores da reserva.

Por exemplo; vamos supor que o investidor vai participar do IPO das ações da empresa X. O valor mínimo para participar é de R$ 1.000,00 (para o lote de 100 ações).

Após confirmar a sua reserva junto a corretora ele terá que deixar o valor da reserva na conta da corretora até um determinado dia.

Se o investidor for realizar a reserva de um lote de 100 ações, então o valor a ser deposito será de R$ 1.000,00.

Caso a reserva for maior, de repente 2 lotes de 100 ações, então o valor passa para R$ 2.000,00 e assim por diante.

Dinheiro repassado a empresa

Com a conclusão das reservas, as corretoras captam os recursos junto aos investidores e depois há o repasse dos valores a empresa que está emitindo as ações.

Desse modo a empresa consegue levantar os valores referentes ao IPO e os investidores se tornam acionistas da companhia.

Com as ações sob custódia, posteriormente, as mesmas são liberadas para serem negociadas na bolsa de valores e assim, os acionistas podem negociar as mesmas (caso estejam interessados).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.