O que é hipertermia em pets?

1

Hipertermia é uma situação em que o corpo apresenta um aumento acentuado de temperatura, sendo uma de suas principais causas a exposição ao calor excessivo. Sabia que o seu pet pode ter hipertermia e queimaduras, tanto nas patas quanto solares e que podem levar a morte?

Se você não tem um horário mais fresco pra passear (bem cedinho ou anoitecendo), tem que tomar cuidado redobrado!

Sintomas

  • Salivação excessiva – mostra-se extremamente ofegante, mesmo quando já tirado da situação de calor;
  • Cianose de mucosas (língua azul);
  • Mucosas muito coradas;
  • Gengivas cor de tijolo;
  • Andar cambaleante e desorientado;
  • Apresenta vômitos e diarreia;
  • Pode ter convulsões e perda de consciência.

Cuidados para evitar hipertermia

  • Coloque suas mãos no chão pra saber se está quente, afinal, se você não faria o percurso descalço sem se queimar por que o seu pet faria? Ele tem pele também!
  • Passe filtro solar no bicho: existem filtros para pets e de humanos hipoalérgicos que podem ser usados;
  • Leve água fresca;
  • Procure sombras e locais gramados.
  • Seja breve, o objetivo tem que ser o pet.

Como abaixar a temperatura do pet

  • Imediatamente removê-lo para um local fresco e arejado;
  • Molhar com água fria, temperatura da torneira todo o corpo do pet do pescoço para baixo;
  • Deixe-o embaixo da torneira por um tempo, para que água vá refrescando e abaixando a temperatura do corpo;
  • Nunca use água gelada, porque ela vai comprimir os vasos sanguíneos e impedir o resfriamento do corpo;
  • Coloque toalhas molhadas com água fria embaixo das patas e em volta da cabeça dele;
  • Ofereça cubos de gelo para lamber.

Raças fatores de risco

Raças com focinho achatado (braquicefálicas), como Pugs, Bulldogues e Shih Tzus, têm maior dificuldade para fazer a regulação de temperatura. Isso porque o “canal” nasal é mais curto, o que torna a respiração mais difícil, já que a passagem do ar apresenta maior resistência.

A temperatura normal de um cão é 38 a 39 graus. Se a temperatura subir para 40,5 ou 41 graus, seu cão corre risco de entrar em exaustão térmica. Se a temperatura chega aos 41,6 seu cão entra na zona de perigo da hipertermia. Um quadro de hipertermia leva a danos irreversíveis e a óbito muito rapidamente. Cuidado!

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.