O lançamento do iPhone 12 causa confusão no aplicativo de Covid-19 da NHS

0

Alguns proprietários dos aparelhos iPhone 12 e iPhone 12 Pro relataram ter recebido uma mensagem de erro ao tentarem usar o aplicativo de Covid-19 do Serviço Nacional de Saúde (NHS) do Reino Unido.

Os aparelhos da Apple – que foram lançados na sexta-feira – podem de fato executar o software de rastreamento de contatos da Inglaterra e do País de Gales.

Mas a questão surge se os aplicativos são transferidos de um iPhone mais antigo através de uma transferência de dados iCloud Backup, que é uma prática comum.

Isto pode ser facilmente resolvido através de uma mudança dentro do menu Configurações.

 

Instruções

 

Os usuários devem: (1) selecionar a lista de Notificações; (2) tocar em Notificações de Exposição; (3) ativar a opção Permitir Notificações.

Quando os usuários instalam o aplicativo a partir do zero, eles são solicitados a dar a permissão necessária.

Mas no que parece ser um lapso, quando a Apple transfere aplicativos, o telefone não pede aos proprietários para habilitar a permissão e não é óbvio que isso precisa ser feito.

Como resultado, o aplicativo não pode habilitar a funcionalidade de correspondência baseada em Bluetooth que ele precisa para funcionar.

A exigência é projetada para proteger a privacidade do usuário.

 

Confusão

 

Entretanto, o alerta mostrado pelo aplicativo sugere outros fatores que podem estar em jogo.

E para confundir ainda mais, quando questionado sobre o assunta, a conta oficial do aplicativo no Twitter respondeu destacando que o iPhone 12 não estava entre os dispositivos verificados para compatibilidade com o software.

Alguns usuários contornaram o problema deletando o aplicativo e depois baixando-o novamente da App Store, o que desencadeou o pedido de permissão de notificação de exposição.

Entretanto, esta técnica resulta em todas as informações previamente armazenadas pelo aplicativo no telefone serem apagadas, incluindo os locais para os quais o usuário tinha feito o check-in.

Cerca de 18 milhões de pessoas instalaram o aplicativo de Covid-19 do NHS até o momento.

Além do rastreamento de contatos, ele também é usado para registrar visitas a restaurantes e outras instalações de lazer, bem como para verificar sintomas e marcar um teste de coronavírus.

A BBC revelou na semana passada que a Huawei também está trabalhando com funcionários do Test and Trace da NHS para tentar colocar o aplicativo em funcionamento em alguns de seus telefones mais novos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.