Nova pesquisa eleitoral indica que Lula venceria Bolsonaro no segundo turno

PoderData indica que Lula venceria Bolsonaro por 52% a 34%; Sergio Moro tem a maior rejeição

1

Nova pesquisa realizada pela PoderData sobre a corrida presidencial de 2022, divulgada na última quarta-feira (14), indica que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disparou nas intenções de voto.

Em um eventual segundo turno contra Jair Bolsonaro, o ex-presidente venceria o atual chefe do executivo com ampla vantagem.

A pergunta proferida aos entrevistados foi a seguinte:

“Se houvesse segundo turno entre Bolsonaro e Lula, em quem você votaria?”

Pelo levantamento, Lula venceria Bolsonaro por 52% a 34%, com 18 pontos percentuais de diferença, bem acima da margem de erro.

No levantamento anterior feito pelo PoderData no último dia 17 de março, Lula tinha 41% das intenções de voto, contra 36% de Bolsonaro.

Eventuais disputas no segundo turno

O estudo mostra que Lula é o candidato mais forte para vencer Bolsonaro em um eventual segundo turno.

O segundo mais forte seria o apresentador Luciano Huck, que foi de 40% de intenções de voto para 48%, contra 35% de Jair Bolsonaro.

Já os outros virtuais candidatos testados pela pesquisa ficam em empate técnico com o atual presidente em um segundo turno.

Em uma disputa com João Doria, Bolsonaro teria, segundo o levantamento, 38%, enquanto o governador de São Paulo somaria 37%.

O cenário é idêntico em uma simulação de segundo turno entre Sérgio Moro e Bolsonaro: 38% para o presidente e 37% para o ex-juiz.

Já se o pleito fosse entre Ciro Gomes e Bolsonaro, ambos empatariam com 38% cada.

Veja como ficaram os cenários hipotéticos:

  • Jair Bolsonaro 34% x 52% Lula da Silva (Lula eleito);
  • Jair Bolsonaro 35% x 48% Luciano Huck (Huck eleito);
  • Jair Bolsonaro 38% x 38% Ciro Gomes (Empate técnico);
  • Jair Bolsonaro 38% x 37% João Doria (Empate técnico);
  • Jair Bolsonaro 38% x 37% Sergio Moro (Empate técnico);

Simulação de primeiro turno

Na simulação de primeiro turno da eleição presidencial Lula também leva a melhor.

Neste cenário, não houve muita alteração em comparação ao último estudo do PoderData.

O petista lidera a corrida com 34% das intenções de voto, contra 31% de Bolsonaro.

Eles são seguidos por Ciro Gomes e Luciano Huck, ambos com 6%.

Na sequência aparecem João Amoêdo, com 5% das intenções de voto, João Doria, com 4%, Sérgio Moro, com 3% e, finalmente, Luiz Henrique Mandetta, com 2%.

Os demais virtuais candidatos não chegagram a somar 1% das intenções de voto.

Índices de rejeição

A pesquisa também mediu o índice de rejeição dos principais postulantes ao cargo.

Neste cenário, foi perguntado aos entrevistados em quem eles “não votariam de jeito nenhum”.

Dentre as seis opções, o ex-juiz Sergio Moro teve a maior rejeição (60%), enquanto Lula teve o menor índice, com 41% dos entrevistados.

No caso de Jair Bolsonaro essa taxa é, atualmente, de 50%, com uma queda de três pontos percentuais.

Veja os índices de rejeição dos possíveis candidatos:

  • Sergio Moro: 60%
  • Ciro Gomes: 57%
  • João Doria: 55%
  • Jair Bolsonaro: 50%
  • Luciano Huck: 48%
  • Lula da Silva: 41%

Características da pesquisa

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, divisão de estudos estatísticos do site Poder360, entre os últimos dias 12 e 14 de abril.

A margem de erro é de 1,8 ponto percentual.

A divulgação do levantamento é feita em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.

Foram feitas 3.500 entrevistas em 512 municípios, nas 27 unidades da Federação.

Confira a íntegra da pesquisa.

Leia Também:

1 comentário
  1. Zé Alves Diz

    A mídia aumenta mais não inventa. Não tem objetividade nas informações, haja vista que as urnas são 100% manipuláveis, aí com a repressão e combate a corrupção indo contra a maré, seria óbvio esses números.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.