Norte-americana Lyft caminha para oferecer aos passageiros somente carros ecológicos

De acordo com o plano da empresa, todos os veículos usados se tornarão elétricos ainda nesta década

0

Com a frequente preocupação ecológica que atinge o mundo, a empresa Lyft parece ver uma boa fatia do mercado para ser atingida. Pensando nisso, ela tem planos de usar essa década para substituir todos os seus veículos de passageiro por carros que sejam abastecidos por eletricidade.

Atendendo no mesmo sistema que a Uber, com motoristas independentes cadastrados e que atendem a chamados dos usuários de aplicativo, a empresa sabe que essa substituição não será fácil por causa dos custos que um veículo elétrico tem.

Diversas pessoas começam a trabalhar como motoristas de aplicativo para engrossar a sua renda e, por isso, um gasto como a compra de veículos elétricos pode ser fora da realidade no momento. Em especial, por causa das baterias, que custam caro para ser substituídas.

Porém, é possível que a Lyft já tenha encontrado a solução para isso: é um sistema de acordo para que empresas do setor automotivo barateiem pelo menos um pouco a montagem e a confecção das peças mecânicas. Com isso, o preço final para os motoristas seria mais baixo.

É esperado que a empresa, por causa desse acordo, consiga preços bons e benefícios para que os seus motoristas adquiram os carros elétricos. No entanto, aqueles que não concordarem em comprar esse tipo de veículo podem ser banidos da Lyft e não poder mais dirigir para a empresa.

Não há dúvidas de que esse projeto é muito ambicioso: em 2020, 99% dos carros cadastrados nessa plataforma usam combustíveis comuns, como etanol ou gasolina. Zerar totalmente essa quantidade pode parecer fantasioso, especialmente em um período de nove anos e meio.

Uma das possíveis perspectivas para que isso acontecesse seria a bateria que a Tesla vai usar em seus carros em breve: os fabricantes asseguram que ela dura 16 anos.

Por enquanto, pessoas com diversos tipos de carros de passeio podem continuar acessando a plataforma da Lyft para se cadastrar como motoristas, mesmo os já profissionais de outros app.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.